Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SIMplex

SIMplex

30
Jul09

Os "perseguidos"

Hugo Mendes

Parece que há por aí uma "perseguição social aos ricos". Não vou alongar-me em comentários sobre o que significa esta afirmação num dos países da UE com maiores desigualdades na distribuição de rendimentos.  Recuperando o que escrevi aqui, vale a pena atentar no segundo e terceiro gráficos da figura seguinte (clicar para aumentar), que podem ser encontrados aqui

 

 

Eles mostram que no nosso país de extremos, a média dos rendimentos (em dólares em PPP) dos 10% dos portugueses mais pobres (= 1.º decil) coloca-os entre os eslovacos e os húngaros mais pobres. Porém, os portugueses no decil mais rico não se comparam com os eslovacos ou os húngaros mais abastados: compara-se com os suecos ou os dinamarqueses do topo das respectivas estruturas de rendimentos. 

 

Isto diz-nos alguma coisa - e não é sobre o "mérito" ou o "esforço" dos trabalhadores portugueses, eslovacos, húngaros, suecos ou dinamarqueses, mas sobre como funcionam as instituições que regem a distribuição da riqueza em cada uma das sociedades. E sobre quem mais beneficia delas.

 

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Hugo Mendes 31.07.2009

    Caro José Barros,

    Parece-me que não faz grande ideia da distribuição de rendimentos no nosso país. 5000 euros = classe média????

    O salário mediano em Portugal ronda os 700 euros. Significa que metade das pessoas em Portugal ganham um valor igual ou inferior a esta quantia. Quem ganha 5000 euros está seguramente acima do 95º percentil, ou seja, entre os 5% com mais rendimentos do país. Disse mesmo mesmo "classe média"?
    Depois escrevo um post com alguns dados para sustentar este comentário.

    cumprimentos
    Hugo
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.