Por André Couto | Segunda-feira, 27 Julho , 2009, 17:24

O Tiago Moreira Ramalho respondeu rápido ao meu post.

 

Mantenho a convicção que Hermínio da Palma Inácio é património histórico do Partido Socialista tal como é património do País, ao contrário do que diz o Tiago. Os Partidos são feitos por pessoas, não vislumbro o que mais possa ser seu património que os feitos dos seus militantes e daqueles que lutaram na sua estrutura.

O Tiago acusou-me de o associar ao PSD e de cair no soundbyte de ligar os democratas liberais ao fascismo. Estranho pois não falo sequer no PSD, não faço alusão a militância sua e nada do que escrevi se aproxima do tal soundbyte. Falo em inveja da direita, nada mais. Essa suspeita que muita direita tem é estranha, às vezes parece o enfiar de um barrete que nem é estendido. Neste ponto não é o caso do Tiago.

Mais desiludido fiquei quando o Tiago citou de forma perversamente parcial um período do meu post. Isso é feio. O que digo e repito é que, ao tempo, Hermínio da Palma Inácio merecia nomeação, eleição, bem como receber múltiplas honras (e não apenas nomeação) e a acompanhar fiz uma análise do contexto político pós-25 de Abril, período a que António de Almeida Santos se referiu. Repito que com o 25 de Abril se substituíram os governantes depostos por uma nova geração. Assumiram as rédeas do País aqueles que mais lutaram e pugnaram pela desejada mudança, aqueles que, por feitos heróicos ou persistente resistência, decisivamente contribuíram para a ansiada Revolução. Foi algo natural e dificilmente poderia ter sido doutra forma.

É neste contexto (omitido pelo Tiago) que defendo que Hermínio Palma Inácio merecia ter sido nomeado, eleito ou devidamente honrado, tal como muitos outros foram. Parece-me que alguém com o seu perfil se enquadraria, naquele contexto, em múltiplas áreas da governação do País e das suas instituições. Estou certo que o Tiago não acha que António de Almeida Santos se referia a tempos recentes, é que Hermínio da Palma Inácio faleceu há duas semanas, mas com 87 anos...

 

Por fim o Tiago diz que o Estado não é do Partido Socialista, e que Hermínio da Palma Inácio também não é património do Partido Socialista. Sendo Hermínio da Palma Inácio património do País, como defende, não será obrigação do Estado reconhecer os valorosos serviços por ele prestados, num dos períodos mais difíceis da nossa história?


Carlos Pintoiz por volta das 3 da tarde a 28 de Julho de 2009 às 15:13
Fiz por volta das 3 da tarde um comentário contra a linha aqui neste blog descrita , da pessoa de Palma Inácio.Será que os tão democratas donos deste blog só aceitam ideologia Socialista.Depois disso já fiz comentários que já estão a vista para ser lidos.Pensei que só a direita é que tem a fama de ser pouco intransigivel ,pouco democrática e nunca democrática.

Protocolos
comentários recentes
Ainda bem que procurei por ti na internet em geral...
A discussão sobre pagar a saúde de acordo com os r...
Espero que o José Sócrates faça um bom trabalho..
Boa tarde, gostava da vossa opinião.hoje dirigi-me...
EsclarecimentoA notícia é apenas sobre uma propost...
Venho por este meio relatar-vos uma situação que c...
Sou nova nestas andanças, da net (não em anos-57) ...
Obrigada pelos textos que nos deram a ler, a refle...
Estou de acordo com a ideia lançado por vocês impo...
Simplex , simplesmente. convido-os a visitarem o m...
já agora gostaria que observem uma iniciativa empr...
Estava a gostar deste blog...
Uma escrita muito pobre, na generalidade dos casos...
Estou numa dúvida: a oposição não foi eleita para ...
Posts mais comentados
88 comentários
50 comentários
44 comentários
43 comentários
38 comentários
36 comentários
27 comentários
25 comentários
arquivos
pesquisar neste blog
 

As imagens criadas pelo autor João Coisas apenas poderão ser utilizadas em blogues sem objectivo comercial, e desde que citada a respectiva origem.