Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

SIMplex

SIMplex

24
Set09

Falta de Democracia e Excesso de Lata no PSD

Bruno Reis

IMAGEM: www.wehavekaosinthegarden.blogspot.com

 

Os nossos amigos do PSD resolveram colocar dois textos demoradamente dizendo que falar hoje de Salazarismo e Salazarentos em relação a um(a) adversári@ polític@ é uma prova de grave falta de cultura democrática,  uma tentativa de conquistar o voto dos cidadãos assustando-os como se fossem criancinhas.

 

Só é pena que estes textos publicadas por duas pessoas que aprecio – o Nuno Gouveia e o Miguel Morgadonão tenham sortido efeito no Carlos Botelho que publicou (até ver) nada mais, nada menos do que 17 postes (!!!!!!) no blogue de apoio ao PSD (que partilha com os ilustres citados) a acusar Sócrates de salazarismo. Não notaram? Não tem o dito Carlos Botelho nada a dizer a respeito deste crítica violenta de que foi alvo? Não têm NG e MM nada a acrescentar em vista deste facto algo paradoxal? 

 

 
Este rol de 17 postes ilustra uma táctica que o PSD tem aperfeiçoado, essa sim exemplar realmente de um apelo ao oposicionismo pueril de alguns em Portugal, que consiste em transformar qualquer pessoa que tenha qualquer tipo de conflito com o governo automaticamente em vítima de uma ditadura!!!
 
E há, sim senhora, um problema bem sério de (falta) de cultura democrática da parte de Manuela Ferreira Leite.
 
É estranho que uma pessoa que concluiu o seu curso em 1966 não tenha tido ocasião (conhecida pelo menos) de se manifestar publicamente contra a asfixia, ou melhor/pior falta de democracia que se vivia no Portugal do Estado Novo até 1974, como fizeram muitos contemporâneos seus. É mesmo muito estranho que aparentemente MFL só agora tenha dado pela asfixia democrática.
 
É estranho que uma pessoa com as responsabilidades políticas de MFL venha dizer – mesmo a ironizar – que se calhar o melhor era suspender a democracia por uns seis meses para resolver uns problemas. É que, como dizem NG e MM, com a democracia não se brinca.
 
É estranho que uma líder do PSD ache que democracia é haver eleições de quatro em quatro anos, e portanto venha dizer que a Madeira onde o PSD governa com maioria absoluta há décadas é um democracia modelo. Por esse critério absurdo e revelador de uma constrangedora falta de cultura democrática - de bastar haver eleições e oposição a concorrer para depois quem ganhar poder governar democraticamente - até o Estado Novo era uma democracia! Se é isto que MFL quer em Portugal então há um problema muito sério de falta de cultura democrática no PSD actual.
 
É estranho e grave que a líder do PSD se permita fazer as considerações que fez sobre os imigrantes em Portugal. Se estão cá legalmente têm o mesmo direito a trabalhar que os emigrantes portugueses espalhados pelo mundo, no TGV ou noutra coisa qualquer. Essas são declarações mais uma vez mostram uma nacionalismo conservador e tacanho, nada democrático, e que nos criará sérios problemas externos.
 
É muito estranho e preocupante que PSD venha fazer uma campanha em que se apresenta como dono da verdade. Salazar não diria melhor. Onde é que está o respeito democrático pelo adversário?
 
Convinha portanto - mais vale tarde do que nunca - que MFL, ou pelo menos NG e MM e CB viessem esclarecer cabalmente estas omissões e afirmações graves. Mas o mais Simplex é mesmo votar PS se quer evitar que o país todo se transforme numa democracia das bananas!