Por André Couto | Segunda-feira, 27 Julho , 2009, 10:00

Alguma direita ingrata, como Helena Matos e Tiago Moreira Ramalho, veio ontem a terreiro vociferar críticas a António de Almeida Santos, por este, nos elogios que teceu a Hermínio da Palma Inácio, ter dito que "o Partido Socialista esteve sempre disponível para o compensar e o recompensar da forma que ele quisesse" e que Palma Inácio "nunca quis nada: nenhuma honraria, nenhum cargo, nenhuma nomeação".

Quem sente tem memória e não nega a História na forma daqueles que mais lutaram pela liberdade, pela revolução, por coisas tão simples como o sacrossanto direito que o Tiago e a Helena hoje têm de opinar, mesmo de forma infame.

Com o 25 de Abril substituíram-se os governantes depostos por uma nova geração. Assumiram as rédeas do País aqueles que mais lutaram e pugnaram pela desejada mudança, aqueles que, por feitos heróicos ou persistente resistência, decisivamente contribuíram para a ansiada Revolução. É natural e dificilmente poderia ser doutra forma.

Estranho que a supra citada direita não critique aqueles que nos seus clubes políticos se dedicam a intensas e injustificadas permutas de lugares, nomeações e honrarias. Palma Inácio deve ser a todos os títulos lembrado como exemplo. Homem de luta desinteressada, Homem que defendia os valores pelos valores, sem segundas intenções ou na forma de investimento.

Hermínio da Palma Inácio ao tempo, naquele contexto e pelo que demonstrou, merecia ocupar as mais variadas funções através de nomeação ou eleição, bem como receber múltiplas honras. O facto de tudo ter rejeitado demonstra bem o seu carácter e espírito de luta desinteressada.

O problema da direita é não possuir exemplos destes. Seria um bom começo pensarem porquê.


Francisco Cavaco a 27 de Julho de 2009 às 10:23
Deixei um comentário no Jamais sobre o camarada Palma Inácio neste caso muito mal andaram os partidos quando um homem como Palma Inácio morreu quase na miséria .Palma Inácio foi uma lenda e quando o conheci na FAUL fiquei surpreendido por ver um homem afável muito calmo de poucas palavras, mas capaz de gestos muito solidários . Cavaco Silva que deu as pensões a inspectores da Pide esqueceu Palma Inácio.
Partiu um homem bom

André Couto a 27 de Julho de 2009 às 11:10
Sem dúvida Francisco. Subscrevo tudo o que disse.
Pena que a nossa direita seja tão desprovida de sentimentos e de consideração para com aqueles a quem devemos muito do que somos hoje. Pena que oblitere a nossa História desta forma.
É que já não lhes pedimos amor, bastava consideração e um justo tratamento.

José Casimiro Ribeiro a 27 de Julho de 2009 às 11:04
Conheci o Palma em Paris em 1969 e aderi à LUAR fui companheiro de luta e de combate pela democracia e liberdade em Portugal. Fui preso pela Pide, com o Palma,em 1973, na Av. Duque D'Ávila, quando estávamos a preparar uma acção que tinha como objectivo a libertação dos presos de Caxias.
Posso afirmar que O Palma foi sempre um GRANDE HOMEM!!!O que a direita jurássica e bafiente diz sobre ele só o favorece.

André Couto a 27 de Julho de 2009 às 11:13
Até pode favorecer Palma Inácio se virmos as coisas da forma que o José transmite, mas isso não deixa de provocar tristeza, não deixa de parecer como aqueles filhos ingratos que desprezam a família depois de esta tudo lhes ter dado.

Obrigado por nos transmitir a sua experiência!

Carlos Pinto a 28 de Julho de 2009 às 11:51
O vosso Camarada ,Comandante Ervedosa ,que ajudou o Palma Inácio a fugir de Portugal depois do roubo ao Banco na Figueira da Foz, dizia-me que ele nunca foi capaz de trair as suas opções de classe e que nunca tinha sido revolucionário, pois além de ignorante não era mais que um ladrão e homem de esquemas pouco honestos.Homem de esquemas e não Homem de esquerda.

Carlos Pinto a 28 de Julho de 2009 às 11:43
o Sr. Palma Inácio não foi nunca mais que um oportunista sem carácter e sobretudo ladrão. Escondeu-se desde os tempos da força Aérea num papel de revolucionário.Nunca ninguém em Portugal, alguma vez depois do 25 de Abril, perguntou o que é que ele fez com o dinheiro do roubo ao banco na Figueira da Foz.Tanto quanto sei por quem o ajudou a fugir que esse dinheiro foi gasto pessoalmente em grandes comezainas e copos em Paris. Chamemos as coisa pelos nomes, esse senhor nunca foi mais que um ladrão com pretensões revolucionárias, alias como outros que por este País passaram como o meu conterrâneo Otelo Saraiva de Carvalho, outro herói da Força Aérea Portuguesa que também nunca foi julgado e cuja condenação espero um dia ainda ver acontecer.

José Casimiro Ribeiro a 29 de Julho de 2009 às 09:41
A direita jurássica e mafiente ainda continua viva.?
Se o Palma era o que o sr(???) diz, porque é que ele foi sempre preso pela pide e não pela psr, gnr, ou polícia judiciária? Curioso, não acha?!
Porque é que o sr(????) não grita: viva o 24 de Abril?!

Protocolos
comentários recentes
Ainda bem que procurei por ti na internet em geral...
A discussão sobre pagar a saúde de acordo com os r...
Espero que o José Sócrates faça um bom trabalho..
Boa tarde, gostava da vossa opinião.hoje dirigi-me...
EsclarecimentoA notícia é apenas sobre uma propost...
Venho por este meio relatar-vos uma situação que c...
Sou nova nestas andanças, da net (não em anos-57) ...
Obrigada pelos textos que nos deram a ler, a refle...
Estou de acordo com a ideia lançado por vocês impo...
Simplex , simplesmente. convido-os a visitarem o m...
já agora gostaria que observem uma iniciativa empr...
Estava a gostar deste blog...
Uma escrita muito pobre, na generalidade dos casos...
Estou numa dúvida: a oposição não foi eleita para ...
Posts mais comentados
88 comentários
50 comentários
44 comentários
43 comentários
38 comentários
36 comentários
27 comentários
25 comentários
arquivos
pesquisar neste blog
 

As imagens criadas pelo autor João Coisas apenas poderão ser utilizadas em blogues sem objectivo comercial, e desde que citada a respectiva origem.