Por Eduardo Graça | Sexta-feira, 18 Setembro , 2009, 15:58

 

O PSD de Manuela Ferreira Leite, em desespero de causa, lança a velha cartada do papão comunista (versão BE). Mas não foi José Sócrates o único líder politico que, no debate com Louçã, desmascarou o programa do BE? Não foi Manuela Ferreira Leite que, no debate, com Sócrates, questionada pela jornalista, rejeitou, liminarmente, qualquer hipótese de entendimento com o PS? O PSD conhece a linha política do PS nestas eleições desde sempre defendida, de forma clara, por José Sócrates: ganhar as eleições com base no seu programa eleitoral. E ganhá-las por uma maioria que permita ao PS governar sozinho. Nunca esteve em cima da mesa qualquer outra solução. Cenários há muitos, porventura desejos, até uma nova maioria absoluta do PS. Quem sabe? Deixem o povo votar em liberdade!     

horacio a 18 de Setembro de 2009 às 16:31
Pois pois...agora veio a Ana Gomes abrir uma brecha na (aparente) forte muralha rosa.
Vá lá senhora deputada não diga isso...
Parece que não leu tudo aquilo que os blogueiros do SIMplex escreveram desse professor de economia....

Eduardo Graça a 18 de Setembro de 2009 às 18:16
Não há muralha nenhuma e, por isso, ninguém rompe o que não há. Todos sabem que no PS nunca houve, nem há, opiniões únicas mas diversidade de opiniões. O problema, neste momento, diria a aflição, não está do lado do PS mas por outros lados.

horacio a 18 de Setembro de 2009 às 17:39
O Eduardo Graça tem graça. Batem com força no B.E . mas piscam-lhe o olho.
É a caracterização do socratismo . Caminho sinuoso, qual serpente, onde tudo vale para se manter no poder

Eduardo Graça a 18 de Setembro de 2009 às 18:20
Essa do vale tudo aplica-se na perfeição, atentos os mais recentes acontecimentos, a forças políticas que se situam noutras bandas, que não ao PS. No fim, lá para a noite do dia 27, fazem-se as contas. Eu aceitarei qualquer resultado com desportivismo!

horacio a 18 de Setembro de 2009 às 18:26
Registo o seu desportivismo. Como sabe na maquina rosa (da qual não deve fazer parte) esse pensamento não é dominante. Não é só em Lisboa que se compram votos. Lá para as bandas da Guarda...
Cumprimentos

Eduardo Graça a 18 de Setembro de 2009 às 18:37
Pois, admito que saiba, ou conheça, dessas artes da multiplicação dos militantes, pela parte que me toca, oiço ao longe os ecos das maledicências mas (voltando ao desporto) não sou praticante ...

Vera Santana a 18 de Setembro de 2009 às 21:48
A máquina rosa tem capacidade de controlo interno pelas bases. Ou seja, a democracia é de facto exercida - pelas pessoas - porque é passível de ser exercida dentro da máquina.

O rosa tem muitos tons, desde o pálido ao shocking à desmaiada cor da camélia, passando pelo rosa velho até ao carmim.

horacio a 19 de Setembro de 2009 às 00:47
Segundo o Rui Mateus a maquina rosa tem capacidade de controlo interno por uma certa forma. Chamar-lhe democracia se calhar é um eufemismo. Infelizmente essa capacidade de controlo é comum a outros partidos e a outros clubes desportivos.

A maquina rosa tem capacidade de controlo sobre outras coisas na sociedade civil como se viu com a promoção do juiz Rui Teixeira. Mas isso é um caso não abordado neste blog.

Quanto aos vários tons de rosa, neste momento, todos passam pela manutenção do engenheiro no poder e consequentes benesses. Como tal está na hora de mudar de cor Vem aí o inverno e não há nada como uma boa laranjinha.

Vera Santana a 19 de Setembro de 2009 às 11:15
Chamo exercício democrático à vigilância permanente e activa, feita pelas bases, sobre indicações e acções top/down.

Claro que dá muito trabalho. Aliás o exercício da liberdade e da democracia dá uma tremenda trabalheira, ao contrário do dirigismo que é para ser cumprido. Um/a democrata tem de se informar, agir individualmente, agir colectivamente, propôr, argumentar, contra-argumentar, reunir e co-decidir. Diria mesmo "uma trabalhêra"!

Zé dos Montes a 18 de Setembro de 2009 às 19:24
Paulo Pedroso – Candidato do PS à Câmara Municipal de Almada
“...Paulo Pedroso defende que o PS deve coligar-se preferencialmente com o PCP e o BE, caso vença as eleições com uma maioria relativa...” http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1396460

Ferro Rodrigues – ex-secretário-geral do PS
“...Ferro Rodrigues considerou que se o PS não tiver maioria absoluta deve desafiar o PCP e o BE para o governo...”
http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Portugal/Interior.aspx?content_id=1335851

Eduardo Graça a 18 de Setembro de 2009 às 21:14
Conheço muito bem essas opiniões. Mas podemos não coincidir integralmente quer no conteúdo, quer no tempo. São as vantagens da democracia interna do PS, divergir relativamente e manter a solidariedade no essencial.

Zé dos Montes a 18 de Setembro de 2009 às 21:43
Não digo o contrário. Só demonstra que dentro do PS existem opiniões favoráveis a um entendimento à esquerda. Só demonstra que a coligação à esquerda, em determinadas circunstâncias, não será assim tão absurda.
Mas quer à direita quer à esquerda do PS o engenheiro criou tantos anticorpos que sinceramente não acredito que enquanto se mantiver como secretário-geral haja possibilidade de algum entendimento. Talvez só o oportunismo e “pragmatismo” do Portas o possam salvar...

Eduardo Graça a 18 de Setembro de 2009 às 22:46
Pois, mas sem emtrar no âmago da questão das alianças - aí tenho a minha opinião pessoal - os partidos têm direcções e orientações poolíticas e, neste momento, o secretário geral do PS é o José Sócrates. Convirá que é difícil, em circunstâncias democráticas normais, caso o PS ganhe as eleições, como penso que irá acontecer, que ocorram mudanças profundas na orientação polítca geral do PS. Mas, na história, as circunstâncias, por vezes, fazem os homens ...

Protocolos
comentários recentes
Ainda bem que procurei por ti na internet em geral...
A discussão sobre pagar a saúde de acordo com os r...
Espero que o José Sócrates faça um bom trabalho..
Boa tarde, gostava da vossa opinião.hoje dirigi-me...
EsclarecimentoA notícia é apenas sobre uma propost...
Venho por este meio relatar-vos uma situação que c...
Sou nova nestas andanças, da net (não em anos-57) ...
Obrigada pelos textos que nos deram a ler, a refle...
Estou de acordo com a ideia lançado por vocês impo...
Simplex , simplesmente. convido-os a visitarem o m...
já agora gostaria que observem uma iniciativa empr...
Estava a gostar deste blog...
Uma escrita muito pobre, na generalidade dos casos...
Estou numa dúvida: a oposição não foi eleita para ...
Posts mais comentados
88 comentários
50 comentários
44 comentários
43 comentários
38 comentários
36 comentários
27 comentários
25 comentários
arquivos
pesquisar neste blog
 

As imagens criadas pelo autor João Coisas apenas poderão ser utilizadas em blogues sem objectivo comercial, e desde que citada a respectiva origem.