Por Leonel Moura | Domingo, 26 Julho , 2009, 11:00

O resultado das próximas eleições será decidido em grande medida pela capacidade em demonstrar que só com o PS de José Sócrates o país pode continuar a evoluir e modernizar-se. E, se refiro o PS de José Sócrates é, desde logo, porque há muitos PS's dentro do PS – e nem todos me merecem apreço – mas porque os últimos anos mostraram que nunca Portugal teve um governo tão contemporâneo de si mesmo. As voltas do acaso e da história levaram ao poder uma parte considerável dos melhores e mais bem preparados do nosso tempo.

Nunca o sobressalto tecnológico foi tão intenso; nunca a ciência – na sua organização, meios, práticas e capacidade de intervenção nacional e internacional –, teve um avanço tão marcante como neste governo; nunca antes muitas medidas, da educação à saúde, ambiente ou economia foram tão ousadas e produtivas. Hoje Portugal é uma referência mundial na ciência e na tecnologia. Hoje Portugal, pequeno país periférico, é capaz de gerar programas que servem de modelo para o resto do mundo.

Ora esta é a questão central dos nossos dias. Bem podem alguns agarrar-se a velhas polémicas e a debates de outras eras para tentar ocupar a atenção dos media e a nossa paciência, mas tudo isso nada representa face ao que realmente conta. O mundo tem vivido nas últimas décadas uma profunda revolução no conhecimento que exige uma aceleração das capacidades individuais e colectivas. E desde logo o sermos capazes de entender e manipular os novos saberes. Aquilo que determinará o futuro das sociedades tem pouco a ver com obsoletas visões ideológicas, regressos civilizacionais ou resistências conservadoras. Mas sim com a possibilidade prática de sermos agentes directos das mudanças, na grande e na pequena escala.

Não é fácil passar esta mensagem. Uma vasta camada da população tem dificuldade em entender que o conservador canto das sereias, à direita e à esquerda, representa a condenação dos portugueses a uma condição marginal. Mas é nossa tarefa, neste momento, tentar por todos os meios esclarecer o maior número que Portugal só tem dois caminhos: ou continuar a evoluir ou regredir.

assis a 26 de Julho de 2009 às 19:32
muito bom post . e ainda terá de ser enfatizado que aquilo que foi conseguido pela actual governação contrasta marcadamente com a governação anterior psd/cds (cujas mesmas caras querem agora volta) em que nada (!) foi feito na área abordada no post .

Protocolos
comentários recentes
Ainda bem que procurei por ti na internet em geral...
A discussão sobre pagar a saúde de acordo com os r...
Espero que o José Sócrates faça um bom trabalho..
Boa tarde, gostava da vossa opinião.hoje dirigi-me...
EsclarecimentoA notícia é apenas sobre uma propost...
Venho por este meio relatar-vos uma situação que c...
Sou nova nestas andanças, da net (não em anos-57) ...
Obrigada pelos textos que nos deram a ler, a refle...
Estou de acordo com a ideia lançado por vocês impo...
Simplex , simplesmente. convido-os a visitarem o m...
já agora gostaria que observem uma iniciativa empr...
Estava a gostar deste blog...
Uma escrita muito pobre, na generalidade dos casos...
Estou numa dúvida: a oposição não foi eleita para ...
Posts mais comentados
88 comentários
50 comentários
44 comentários
43 comentários
38 comentários
36 comentários
27 comentários
25 comentários
arquivos
pesquisar neste blog
 

As imagens criadas pelo autor João Coisas apenas poderão ser utilizadas em blogues sem objectivo comercial, e desde que citada a respectiva origem.