Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SIMplex

SIMplex

06
Set09

Campanha política e blogues

Sofia Loureiro dos Santos

 

A blogosfera entrou definitivamente nos meios de debate, propaganda, informação e manipulação nas campanhas políticas. Individualmente ou em grupo, todos podemos opinar, ler outras opiniões, debater ideias e comentar as ideias diferentes.

 

Estas eleições são muito importantes pois está a discutir-se qual a estratégia para o futuro do país, com visões opostas em termos de desenvolvimento, modelos económico, de apoio social e de funções do estado, para citar alguns.

 

Por isso se assiste ao agrupamento de pessoas que apoiam campos opostos, na tentativa de fazer da união a força, de criar espaços de verdadeiro debate e esclarecimento de ideias.

 

Infelizmente as boas intenções são arrasadas com grande rapidez. Em contraponto a um blogue formado por um colectivo de pessoas com diferentes formações, formas de estar, posturas ideológicas, que têm como objectivo manifesto comum apoiar a votação no PS nas próximas eleições legislativas, formou-se outro blogue cujo objectivo é, em primeiro lugar, impedir que José Sócrates assuma de novo a função de Primeiro-ministro e, em segundo lugar, apoiar o PSD nas próximas eleições.

 

Sendo assim talvez se compreenda a necessidade que os bloguers do Jamais têm de linkar os posts escritos por intervenientes do SIMplex, tentando desmontá-los, assumindo uma posição de desconstrução em vez de construção. Esta abordagem é empobrecedora no que diz respeito à exposição das razões para se votar de determinada forma, defendendo ideias e programas de acção, mas até poderia servir para incentivar o debate.

 

Infelizmente não tem sido o caso. Aquilo a que se tem assistido é a uma actuação verdadeiramente provocatória, pegando em frases e textos retorcendo-os, transformando ideias em afirmações grotescas, é aproveitar análises transparentes e óbvias para lançar suspeições, uma das estratégias que tem sido mais usada por apoiantes dos partidos da direita, é o achincalhamento de pessoas invocando a despropósito e de forma insultuosa laços familiares, é aceitando comentários vergonhosos, como tem acontecido.

 

É lamentável que uma ferramenta como esta, que é acessível a todos e uma excelente forma dos cidadãos poderem discutir e expor as suas ideias, exercendo a cidadania e fortalecendo a democracia, seja utilizada por pessoas que menorizam a própria ideia de intervenção cívica, transformando-a em negócio e insinuações de tráfico de influências e de futuras benesses, numa claque clubística acéfala e insultuosa.

 

Com a certeza de que esta postura tende a piorar com a aproximação do dia das eleições, fica-se com a sensação de que o deserto de ideias é tal que a única hipótese para alguns está precisamente na criação de factos e de suspeições, discutindo o carácter em vez das pessoas.

 

É esse o espelho em que se revêem.

 

Nota: Também aqui.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.