Por Vera Santana | Domingo, 06 Setembro , 2009, 12:26

Consideram umas pessoas minhas amigas e semi-estrangeiras que o Primeiro Ministro português, José Sócrates, tem demonstrado ser alguém que quer fazer, que quer mudar Portugal e que o tem feito no sentido de modernizar e de desenvolver o País.

 

Considero eu importante ouvir a voz do "outro", do estrangeiro, sobre Portugal. Não porque esteja mais ou melhor informado mas porque está informado de outra maneira e transporta na voz a proximidade e a distância e um sentir desinteressado interessado.

 

Simmel definiu a singularidade da figura do estrangeiro como expressão de unidade de duas diferenças e/ou contrários; ao mesmo tempo que está à margem, a figura social em questão sente e instala-se na sociedade de acolhimento. Entre rejeição e integração, proximidade e distância, participação e observação, o estrangeiro, na sua singularidade, representa “o outro”, o que vive entre fronteiras simbólico-sociais.

 

Relembro as gostosas crónicas de Miguel Esteves Cardoso, há muitos anos atrás, quando voltou para Portugal, como um semi-estrangeiro, e via o que nós viamos todos os dias sem ver.


Basico a 6 de Setembro de 2009 às 15:38
Eu vivo em Londres ha mais de 5 anos e so vejo portugal a afundar a um ritmo impressionante.

Basta ver quao rapido os paises que recentemente aderiram a uniao europeia nos passaram.

Estamos na cauda da europa e cada vez mais isolados.

Se as promessas dos choques tecnologicos e das energias verdes a deixam contente, optimo, mas os dados economicos e fiscais, bem como os rankings internacionais contam outra historia...

tormelindo fuas a 6 de Setembro de 2009 às 17:30
Pois quem afirma isto só pode ser mesmo aquilo que se auto-designa.... olhe para muitos dos rankings e estatísticas dos últimos 2-3 anos e se calhar até apanha algumas surpresas.

Exs: redução do défice (até a crise internacional aparecer), aumento energias verdes, aumento computadores por aluno, aumento da abrangência horária nas escolas do 1º ciclo, crescimento económico durante a crise (sim, sim, não me enganei -- vá ver o crescimento negativo dos outros países da OCDE e compare-o com o português), simplificação administrativa, sustentabilidade da segurança social (reforma elogiada pela OCDE), etc etc.

Já agora pode explicitar aqui a que rankings se refere? e a que período? Ou fala de cor sem sequer os consultar?

tormelindo fuas a 6 de Setembro de 2009 às 18:06
em favor da clareza do texto, uma nota: obviamente que, referindo-me ao crescimento económico, quis dizer que o nosso, sendo negativo durante a crise, foi-o menos do que nas maior parte dos países OCDE.


Caty Waves a 6 de Setembro de 2009 às 17:12
Maiores aumentos de Sempre do Salário Mínimo Nacional...
É afundar o pais?!

Portugal - 1ºs a sair da Recessão Económica....
É afundar o país?!

Maior redução das Desigualdades Sociais desde 1995....
É afundar o país?!

Maiores aumentos das prestações Sociais desde o 25 de Abril.....
É afundar o país?!

Taxa de Desemprego estabilizada enquantos nos outros países pelo mundo fora aumenta.....
É afundar o país?!

EU SOU A VERDADE E A VIDA (Jesus Cristo)
«Nós somos a política de Verdade» [os outros, comunistas, socialistas e bloquistas são todos mentirosos (Ferreira Leite)
Mais palavras para quê?! Que arrogância e que presunção! Que falta de respeito e que insulto que é feito a todos os que não alinham com uma pessoa que acha que a democracia deve ser suspensa por 6 meses e que o casamento só serve para..procriar. (Então e quem não quer ter filhos?!)

am a 7 de Setembro de 2009 às 15:16
Mas mais longe do PIB per capita médio da UE27 é afundar o país. Ou não?

Mais computadores por aluno. Excelente. Antigamente era mais livros. Excelente. Eu conhecia um pato bravo que tinha umas lombadas muito lindas na estante da sala. Mas não lia. Os alunos têm mais computadores, mas só eu sei para quê. 99,9% da utilização é em Jogos, hi-5, hotmail, facebook, youtube - dificilmente irão alavancar a educação. É muito pouco para tanta propaganda.

Basico a 6 de Setembro de 2009 às 23:42
Veja o ranking mais importante de todos, o do pib per capita.

tormelindo fuas a 7 de Setembro de 2009 às 01:34
ó homem, é tb disso que estava a falar: crescimento económico.

neste governo desenhava-se claramente (antes da crise) uma tendência para se regressar à convergência real; com a crise -- ironicamente -- até nos aproximamos um pouco de países mais ricos, já que decrescemos menos...

o Básico não estava à espera que em 4 anos passássemos a ter o PIBpc da Suécia ou da Holanda, ou estava? E, se quer saber, os maiores efeitos de muitas das medidas tomadas por este governo só se sentirão daqui a uns anos (por exemplo o tão atacado Magalhães* e tb o inglês na escola primária; e qd num futuro mais ou menos próximo o petróleo voltar a atingir preços na casa dos 100 e mais, aí vamos-nos lembrar do Pinho por outras razões que não os seus devaneios de cariz taurino-parlamentar...).

repare: a luta pelo crescimento económico é uma maratona.

cordialmente
tormelindo
* embora o aproveitamento algo propagandístico que o governo fez do simpático portátil azul tenha sido a todos os títulos escusado, disparatado, estúpido e claramente contraproducente. A melhor propaganda seria feita pelo projecto em si, que na minha mui modesta opinião é excelente. Ao proceder assim o governo desviou as atenções do essencial e, falando bom português, pôs-se tolamente a jeito.

Protocolos
comentários recentes
Ainda bem que procurei por ti na internet em geral...
A discussão sobre pagar a saúde de acordo com os r...
Espero que o José Sócrates faça um bom trabalho..
Boa tarde, gostava da vossa opinião.hoje dirigi-me...
EsclarecimentoA notícia é apenas sobre uma propost...
Venho por este meio relatar-vos uma situação que c...
Sou nova nestas andanças, da net (não em anos-57) ...
Obrigada pelos textos que nos deram a ler, a refle...
Estou de acordo com a ideia lançado por vocês impo...
Simplex , simplesmente. convido-os a visitarem o m...
já agora gostaria que observem uma iniciativa empr...
Estava a gostar deste blog...
Uma escrita muito pobre, na generalidade dos casos...
Estou numa dúvida: a oposição não foi eleita para ...
Posts mais comentados
88 comentários
50 comentários
44 comentários
43 comentários
38 comentários
36 comentários
27 comentários
25 comentários
arquivos
pesquisar neste blog
 

As imagens criadas pelo autor João Coisas apenas poderão ser utilizadas em blogues sem objectivo comercial, e desde que citada a respectiva origem.