Por Palmira F. Silva | Quarta-feira, 19 Agosto , 2009, 02:06

Estava agora mesmo a ver na SIC-Notícias as maquetes das primeiras páginas de amanhã dos nossos media de referência e todos eles dão destaque ao que a Maria João Pires chamou, num post a não perder, «a grave palhaçada do dia». Estou a falar da questão que atormenta a psique de um membro da Casa Civil da Presidência da República, a dúvida angustiante* que confidenciou, em honras de primeira página, ao Público.

 

A pergunta «Como é que os dirigentes do PS sabem o que fazem ou não fazem os assessores do Presidente?», mais concretamente em relação à sua participação na elaboração do programa do PSD, assumiu contornos de ópera bufa, em particular face ao que aponta a João. Isto é, se calhar algum dirigente do PS fez o que, aparentemente, poucos laranjas se dispõem a fazer e conseguiu passar os olhos pelo "Política de Verdade" sem estes se toldarem de tédio. Poderá assim ter descoberto algo que é público (com uma breve interrupção hoje) pelo menos desde 7 de Agosto (de acordo com o Sol), que «Ferreira Leite faz o programa com Catroga e assessores de Belém». Será curioso ver se há algum seguimento desta informação. Suspeito que não, pelo menos da parte do jornal a que se abre a psique de Belém...

 

 

* Adenda: Algo neste Watergate wannabe me mistifica: como é que na mesma notícia é, sem pestanejar, dado voz ao lamento do membro da Casa Civil do PR sobre o desvendar do segredo tão bem guardado que só mesmo escutas ou afins o descobririam e se publica o desmentido, categórico e com «consciência de que estou a dizer a verdade»,  de que afinal não há segredo nenhum?


Paulo Ferreira a 19 de Agosto de 2009 às 02:30
Inacreditável o caos que reina pelo laranjal e o limite de expedientes a que recorrem para atacar o PS...
Numa coisa são coerentes, tanto Cavaco Silva como Manuela Ferreira Leite foram eleitos apenas por um terço (mais coisa menos coisa) do respectivo universo eleitoral...e isso nota-se cada vez mais!

Hugo Mendes a 19 de Agosto de 2009 às 02:36
É pena, esta ameaça de "watergate à portuguesa" é escandalosamente ridícula.

alguém a 19 de Agosto de 2009 às 02:42
http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1396571&idCanal=12

PSD desmente contactos
O vice-presidente do PSD, José Pedro Aguiar Branco, desmentiu categoricamente, em declarações ao PÚBLICO, que tenha havido qualquer colaboração de assessores do Presidente da República na elaboração do programa e da estratégia eleitoral do seu partido.

"Isso não é verdade. Tanto quanto sei - e creio que sobre este assunto sei tudo -, não há contributo de ninguém da Presidência", declarou Aguiar Branco, lembrando ao PÚBLICO que "o programa do PSD foi feito com base nas contribuições do Fórum Portugal de Verdade, com base nos contributos do Instituto Sá Carneiro e do Gabinete de Estudos do PSD, tudo organismos que não têm assessores do PSD".

Aguiar Branco precisou que "há um redactor do programa, Paulo Mota Pinto, que sistematizou o texto com base nos contributos obtidos e que foram aprovados pela Comissão Permanente". O vice-presidente do PSD sublinhou que as ideias para o programa foram apresentadas à Comissão Permanente por si, por Sofia Galvão e por Paulo Mota Pinto, e depois foram aprovadas, sob a forma de súmula, pela Comissão Política. E conclui: "Que eu saiba, nenhum de nós - nem eu, nem a Sofia Galvão, nem o Paulo Mota Pinto - falou com nenhum assessor do Presidente. Falo-lhe com a consciência de que estou a dizer a verdade".

henrique pereira dos santos a 19 de Agosto de 2009 às 08:37
Não acha um bocadinho excessivo dizer que o site confirma um facto apenas porque têm uma notícia que refere o facto?
E acha sério dizer que é o site que diz, pondo entre aspas uma frase como se ela constasse do site mas que está apenas numa notícia que faz parte de uma revista de imprensa?
Acham mesmo que é a confirmar este tipo de manipulação da informação que o PS vai ganhar votos?
henrique pereira dos santos
PS Como não é possível o comentário em sítio próprio pedia-lhe um enorme favor: que perguntasse ao João Constâncio como classifica, entre as categorias de argumentação que cita, uma campanha eleitoral de um partido que tem o mote "Sócrates2009"

Joaquim Amado Lopes a 19 de Agosto de 2009 às 19:05
Pode ter razão e o clipping ser feito sem qualquer sentido crítico e sem o cuidado de corrigir os erros factuais.
No entanto, este é um caso que o PSD podia ter gerido muito melhor do que geriu.

Em primeiro lugar, não há mal nenhum em que destacados militantes do PSD, por acaso membros da Casa Civil da Presidência da República, contribuam para a elaboração do programa eleitoral do PSD.
Seria muito grave se o Presidente da República o fizesse mas creio que ninguém considera sequer essa possibilidade.

Em segundo lugar, Aguiar Branco não pode ter a certeza absoluta que nenhum assessor de Belém falou sobre o programa com alguém da equipa que o está a elaborar.

Em terceiro lugar, não se devem fazer afirmações categóricas sem se ter a certeza que isso não se vai virar contra nós. Seja por não se ter a certeza da informação seja por poder haver algo que seja descontextualizado de forma a "demonstrar" uma mentira que não o é.

Neste caso, o Simplex esteve muito bem (é raro portanto vale a pena destacá-lo), ao apontar a contradição.
Cabe agora ao PSD explicar a aparente(?) contradição entre as palavras de Aguiar Branco e o que está publicado no próprio site de campanha. E qualquer que seja a explicação, mesmo que fiel aos factos, nunca vai apagar a má imagem.

Manuela Ferreira Leite tem insistido demais nas expressões "política de verdade" e "não prometer nada que não tenha a certeza absoluta que pode cumprir".
Tenho plena convicção que está a ser totalmente sincera mas é uma estratégia demasiado arriscada porque limita a acção política e "expõe demasiado o flanco" a situações em que a explicação da contradição demore mais tempo do que as pessoas estão disponíveis para ouvir.

Neste caso em particular, a reacção do PSD devia ter sido mais (e melhor) pensada e menos defensiva.

Militantes destacados do PS referiram que assessores de Belém estavam a colaborar na elaboração do programa eleitoral do PSD? E fizeram-no na forma de acusação?
O PSD só tinha que perguntar:
- quem são esses assessores?
- qual é a extensão da sua colaboração?
- como é que quem faz a acusação sabe?
- qual é o mal disso?

Se quem fez a acusação se recusasse a responder, então passava-se ao ataque. Se respondessem, sujeitavam-se ao contraditório.
Assim, foi (mais) um tiro no pé.

henrique pereira dos santos a 19 de Agosto de 2009 às 08:49
Já agora, só uma questão factual: a consistência da notícia do Sol pode ser avaliada num detalhe que refere que nas notícias do site política de verdade são omitidas as notícias sobre as listas do PSD.
Não precisei de procurar muito (a própria notícia do semanário é em grande parte sobre as listas) para encontrar esta notícia no site: http://www.politicadeverdade.com/archive/doc/13.08.09_-_DN_-_Distritais_do_PSD_digerem_as_listas_de_candidatos.pdf
Por aqui é fácil constatar o rigor da notícia do Sol.
henrique pereira dos santos

jaime ribeiro a 19 de Agosto de 2009 às 09:07
O dr . Aguiar Preto, aliás, Branco, não se sente mal com a inverdade que ontem disse, sobre a não colaboração de pessoas MUITO próximas do PR , na feitura, elaboração, ou o que quer lhe chamem, do Programa Eleitoral do partido que ainda é dirigido pela dr ª MFLeite

Daniel João Santos a 19 de Agosto de 2009 às 09:58
agora o site do PSD já é credível?

Não era por aqui que se dizia mal da politica de verdade?

Hugo Mendes a 19 de Agosto de 2009 às 11:39
Nem o clipping do site devemos achar que tem alguma credibilidade?
Eu não os tenho em tão má conta: acho que na revista de imprensa ainda acertam.

cmc a 19 de Agosto de 2009 às 10:13
Eu, que estava preocipadissima porque não sabia o que fazer nas legislativas, uma vez não encontrava na dita oposição uma lidererança... já descobri, para minha tranquilidade, que é o Cavaco, que se pronuncia sempre que acha necessário, a propósito e a desproposito, quanto a acções (ou não) do governo e agora ...piu...

Parafraseando o Miguel Relvas, '...isto começou com o estatuto dos Açores...', será que agora se pode justificar o injustificável?


Anónimo a 19 de Agosto de 2009 às 10:28
Agora o clipping do PSD faz doutrina???
Sejam um pouco mais sérios.
Isso é o arquivo de imprensa do site do PSD sobre notícias que saem sobre o PSD.
isso é um fait divers.
Importa sim saber o que está a acontecer. Se há escutas ou coisas do género.

David Santos a 19 de Agosto de 2009 às 15:54
PSD e mentira são iguais. Talvez a criação de mais uns banqueiros, como no tempo de Cavaco, Dias Loureiro e outros..., como o que anda de coleira à perna, vos esteja a fazer falta.
O País nunca vos disse nada. O que vos interessa, salvo a uma ou outra excepção, é levar a vida sem trabalhar e gamar, quanto mais mais.
Desde quando o PSD esteve com o povo honesto deste País? Nunca. «Sempre esteve do lado do dinheiro e contra a verdade», é assim que eu entendo o PSD.

Protocolos
comentários recentes
Ainda bem que procurei por ti na internet em geral...
A discussão sobre pagar a saúde de acordo com os r...
Espero que o José Sócrates faça um bom trabalho..
Boa tarde, gostava da vossa opinião.hoje dirigi-me...
EsclarecimentoA notícia é apenas sobre uma propost...
Venho por este meio relatar-vos uma situação que c...
Sou nova nestas andanças, da net (não em anos-57) ...
Obrigada pelos textos que nos deram a ler, a refle...
Estou de acordo com a ideia lançado por vocês impo...
Simplex , simplesmente. convido-os a visitarem o m...
já agora gostaria que observem uma iniciativa empr...
Estava a gostar deste blog...
Uma escrita muito pobre, na generalidade dos casos...
Estou numa dúvida: a oposição não foi eleita para ...
Posts mais comentados
88 comentários
50 comentários
44 comentários
43 comentários
38 comentários
36 comentários
27 comentários
25 comentários
arquivos
pesquisar neste blog
 

As imagens criadas pelo autor João Coisas apenas poderão ser utilizadas em blogues sem objectivo comercial, e desde que citada a respectiva origem.