Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SIMplex

SIMplex

23
Jul09

Confusões

Gonçalo Pires

"... aparentemente, ninguém estava disposto a segurar as exportações portuguesas, por o risco ser visto como demasiado grande. Ou seja, fazer seguros às exportações portuguesas neste momento é um mau negócio. Como é um mau negócio, o Governo achou por bem ir a correr comprar esse mau negócio com o dinheiro dos contribuintes..."

Insurgente

 

Além do juizo de intenções gratuito incluído neste texto, este parece-me um bom exemplo da confusão ideológica que reina na direita portuguesa. Não percebo como se compatibiliza o discurso de ajuda à tesouraria das PMEs com críticas a medidas que permitem que as mesmas PMEs exportem. 

 

É um discurso fatalista que toma uma posição activa no desaparecimento das exportações portuguesas. De facto, o "risco é demasiado grande" para os accionistas porque as necessidades de capital no actual contexto de crise obrigam a um aumento dos prémios de risco da actividade de segurar créditos à exportação, mas não deverá ser "demasiado grande" para o Estado, principalmente se pensarmos nas implicações para a economia portuguesa do desaparecimento das nossas exportações.

 

O Estado deverá ter por objectivo assegurar a viabilidade da economia portuguesa a longo prazo. Permitir que as empresas portuguesas exportem enquadra-se nesse objectivo. É um risco que o Estado pode e deve tomar. Repito, o combate à crise é um bem público, e esta medida é disso um bom exemplo. 

 

também aqui.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.