Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

SIMplex

SIMplex

13
Ago09

Política social responsável e solidária

Carlos Manuel Castro

O Governo e a Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, a União das Mutualidades Portuguesas e a União das Misericórdias Portuguesas  assinaram um acordo que prevê, para 2009, o reforço de 12% na transferência de apoio social do Estado.

 

Este protocolo irá abranger acordos com mais de três mil instituições e abrangerá mais de 500 mil utentes

 

A área social recebeu, nos últimos anos, um grande impulso, tanto em termos de política como de investimento, como ainda recentemente se verificou, com o acordo entre Governo e vários parceiros sociais.

 

Para alguns, à direita, a política social significa um gasto inútil - escamoteando, com estes argumentos e interpretação, a realidade do País e o sentido de coesão social; para outros, à esquerda do PS, o actual Governo não tem políticas sociais, defendendo, apenas e tão só, direitos sem garantias nem responsabilidades.

 

Ora, face à responsabilidade social do Estado e ao respeito das contas públicas, nem demissão, nem desleixo.

 

Se há marca deste Governo é o investimento social, numa objectiva ambição de tornar o País mais justo e solidário.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.