Por Paulo Ferreira | Terça-feira, 22 Setembro , 2009, 11:59

"In one of the most difficult decisions of my Presidency, I accepted the resignations of two of my closest associates in the White House, Bob Haldeman, John Ehrlichman, two of the finest public servants it has been my privilege to know. Because Attorney General Kleindienst, though a distinguished public servant, my personal friend for 20 years, with no personal involvement whatever in this matter has been a close personal and professional associate of some of those who are involved in this case, he and I both felt that it was also necessary to name a new Attorney General. The Counsel to the President, John Dean, has also resigned." -  Richard Nixon

 


Por Paulo Ferreira | Segunda-feira, 21 Setembro , 2009, 18:12

Se um bode expiatório parece resultar no caso BPN porque é que não haveria de resultar também no caso das falsas escutas, Cavaco Gate?!Tentar não custa, não é Sr. Presidente?

Há quem se esqueça,por exemplo, da "violência" contra "o bebé na incubadora" (como dizia Pedro Santana Lopes) e do famoso artigo sobre a Lei de Gresham no Expresso com que Cavaco assinou a "certidão de óbito" de Pedro Santana Lopes como primeiro-ministro.

Mas a verdade é que tantas vezes o cântaro vai à fonte.....que um dia destes se esCavaca todo!

 

sintonizado aqui também


Por Paulo Ferreira | Segunda-feira, 21 Setembro , 2009, 16:41

O Presidente da República afastou Fernando Lima do cargo de responsável pela assessoria para a Comunicação Social, que passará a ser desempenhado por José Carlos Vieira.

 

As falsas suspeitas de escutas lançadas por Fernando Lima via Público, por ordem de Cavaco Silva de acordo com o email de Luciano Alvarez e de acordo com comunicado do próprio jornal, deram um resultado: o despedimento do assessor.

 

Depois do SIS ter confirmado nada ter feito. Depois da "secreta" militar ter dito nada ter feito. Depois da PGR ter informado nada ter recebido do próprio presidente. Depois do próprio Público ter violado a correspondência electrónico dos seus jornalistas numa insana caça às bruxas. Depois de José Manuel Fernandes futuro-ex-director do Público e futuro assessor de Durão Barroso ter chamado mentiroso ao próprio Provedor dos Leitores do Público.

 

Posto isto, é pífio o resultado: Cavaco sacrifica um amigo e leal funcionário de longa data para tentar tapar aquilo que se tranformou num Cavaco Gate. Não chega.

 

É muito pequena a peneira deste bode expiatório para tapar tamanho sol desta VERDADE pestilenta...

 

 

publicado também aqui


Por Paulo Ferreira | Domingo, 20 Setembro , 2009, 15:26

O PS tem um programa de Governo, este PSD tem uma certa ideia de Poder.

O PS tem metas, objectivos e projectos, este PSD tem uma certa ideia de Poder.

O PS quer continuar a reformar, corrigir e melhorar, este PSD tem uma certa ideia de Poder.

 

O PS quer levar Portugal a vencer no século XXI, este PSD....continua com a mesma ideia de Poder desde 1985!

 

 

em estéreo aqui


Por Paulo Ferreira | Domingo, 20 Setembro , 2009, 12:40

 

 

 

 

 

Por Joaquim Vieira Provedor do leitor do Público



O caso das escutas de Belém suscita a mais preocupante das perguntas: terá este jornal uma agenda política oculta?

 

 

via Jugular


Por Paulo Ferreira | Sexta-feira, 18 Setembro , 2009, 17:50

O único partido com um programa de governo com cabeça, tronco e membros, com propostas concretas e definidas, com ideias claras e explicitas para todas as áreas de governação é o PS.Curiosamente, ou não, o único partido politico que ataca frontalmente a demagogia do Bloco de Esquerda, que denúncia a inexequibilidade de muitas das propostas deste partido, que realça e destaca os perigos que muitas das propostas defendidas por Francisco Louçã representam para os portugueses e para o futuro do País, que combate sem tréguas o discurso populista e irresponsável do Bloco de Esquerda...é também o Partido Socialista.

Tendo isto em conta é claramente um sinal de grande desorientação e enorme desespero o PSD vir tentar confundir e assustar os eleitores com um possível Governo de coligação PS - BE.

 

Os actuais dirigentes do PSD fingem esquecer-se que o Bloco de Esquerda pode ser tão populista como o CDS mas as suas propostas são muito mais irresponsáveis.O Bloco de Esquerda pode ser tão demagógico como o CDS mas, ao contrário deste, não existe apenas para servir de muleta. O Bloco de Esquerda pode ser tão oportunista como o CDS mas, ao contrário deste, para sobreviver tem de fugir da partilha ou do exercício do poder.

 

São tiros de pólvora seca instigados pelo pânico de quem vê a VERDADE ser trazida a lume, quer a sua VERDADE eleitoral interna, quer  a VERDADE das suas maquinações grotescas e ignóbeis na Comunicação Social recentemente expostas a nu para grande vergonha do Partido Social Democrata, dos seus fundadores e da sua história!

 

Para todos os que não tiveram oportunidade de ver deixo aqui o Frente a Frente Sócrates - Louçã, para que não reste qualquer sombra de dúvida...

em estéreo aqui


Por Paulo Ferreira | Domingo, 13 Setembro , 2009, 20:34

Com tanto desprezo pelos espanhois e pela Europa que não pára em Badajoz até parece que MFL foi maltratada quando esteve na Administração do Banco Santander!Será?!

 

 

em estéreo aqui


Por Paulo Ferreira | Domingo, 13 Setembro , 2009, 17:24

...desde que Francisco Louçã acusou directamente o assessor do Presidente da República Fernando Lima de ter sido o autor da "denúncia" de escutas ou vigilância a funcionários de Cavaco Silva, na ausência de resposta ou desmentido poderemos assumir que quem cala consente?


Por Paulo Ferreira | Domingo, 13 Setembro , 2009, 02:03

La líder de la oposición ha señalado que no le gusta "que los españoles se metan en la política portuguesa" y ha justificado el interés de España por que el tren de alta velocidad llegue a Portugal a que, de ser así, recibirá más fondos de la Unión Europea. Sócrates, defiende en cambio las "inversiones en las redes de alta velocidad" para ayudar a superar la crisis y ha criticado que la candidata de la oposición esté dispuesta a faltar a su palabra con España y echarse atrás en un proyecto que respaldó cuando era ministra en 2003. - El País

 

"No me gustan los españoles metidos en la política portuguesa, estoy defendiendo los intereses de Portugal, que no es una provincia de España", enfatizó Manuela Ferreira Leite, exaltada, en el debate. Sócrates aprovechó el frente a frente televisivo para interrogar a su principal rival sobre la cuestión del tren de alta velocidad, uno de los temas que más polémica está causando durante esta precampaña electoral.

José Sócrates recordó a Ferreira Leite que cuando era ministra de Finanzas en el gobierno conservador de José Manuel Durao Barroso participó en la cumbre ibérica de Figueira da Foz, el 8 de noviembre de 2003, en la que se firmó el acuerdo en el que su Ejecutivo se comprometía a construir cuatro líneas de alta velocidad. Además, el candidato socialista argumentó que, posteriormente, Ferreira Leite participó en un Consejo de Ministros del que salió una resolución en la que se afirmaba que "el proyecto de inversión del AVE es estructural, contribuye al crecimiento del PIB, induce a la creación de empleo y es un factor decisivo para Portugal". El Mundo 

 

Uma verdadeira postura de Estado que demonstra a capacidade, demonstra o conhecimento de politica interna bem como externa e  revela a consciência da realidade ibérica dentro da UE...a de José Sócrates,obviamente!

A da outra senhora é mesmo a de voltar costas ao Mundo em geral e a Espanha em particular, orgulhosamente sós!Assim não há glória antiga que lhe valha!

 

em estéreo aqui


Por Paulo Ferreira | Sábado, 12 Setembro , 2009, 14:49

Manuela Ferreira Leite é a única líder dum partido politico com assento parlamentar a recusar o convite duma estação de televisão para mostrar o lado mais pessoal numa reportagem que pretendia dar conhecer um pouco mais de quem dá a cara para nos pedir o voto. Manuela Ferreira Leite "precisa" que Judite Sousa  a "ajude" claramente no ultimo debate (na RTP com Paulo Portas) tal foi a "desorientação" e a "necessidade" de corrigir equívocos e lapsos. Manuela Ferreira Leite é única líder dum partido politico com assento parlamentar a recusar uma entrevista ao Expresso interrompendo uma série de entrevistas que o semanário vinha realizando. Manuela Ferreira Leite repete até à exaustão "que só fala Verdade" ao mesmo tempo que o seu António Preto que "aldrabou" uma perícia de caligrafia com um gesso colocado por um primo cirurgião cardiovascular está nas listas de deputados.Helena Lopes da Costa mais as suas 22 acusações de crimes de abuso de poder passeiam em arruadas do PSD de braço dado com Manuela Ferreira Leite.

Tudo isto é normal. Nada disto motiva questões pertinentes aos jornalistas. 

 

Isto no mesmo país onde sensações de suspeições de escuta são despoletadas pelo assessor do Presidente da República, Fernando Lima (de acordo com acusação de Francisco Louçã) sem que sejam depois desmentidas mas onde uma pequena conversa "escutada e gravada" em off, antes de um debate televisivo com José Sócrates e Francisco Louçã, é motivo de noticia e análise sem qualquer prurido ou pudor.No mesmo país onde atacar o PM por causa do caso Freeport justifica a campanha (manipuladora e exagerada segundo jornalistas da mesma estação televisiva) do casal Moniz mas onde o caso BPN merece nenhuma ou pouca atenção apesar de ser a maior fraude perpetrada em Portugal desde o Alves dos Reis e incluir boa parte do núcleo duro de Cavaco Silva.

 

As grainhas das uvas de Carolina Patrocínio são mais importantes que uma burla que custou vários milhares de milhões de euros ao país, enchendo os bolsos de ex-governantes sociais democratas (alegadamente até um membro do Conselho de Estado cuja honra foi publicamente atestada por Cavaco Silva) e envolvendo traficantes de armas, bancos a sério e a fingir, falsificações de documentos, desvio de capitais, fuga ao fisco, comissões gigantescas encapotadas e muitos outros crimes...além de um mar de coincidências fiscais!

 

O raio das uvas devem ser mesmo boas!

 

 

em estéreo aqui


Por Paulo Ferreira | Sexta-feira, 11 Setembro , 2009, 15:52

O tema do "suponhamos" das "sensações" de escutas foi demasiado debatido, comentado, analisado e "manipulado",nas televisões, jornais e blogosfera,  para que seja aceitável, depois da acusação directa, concreta e definida de Francisco Louçã, não existir qualquer resposta por parte do Presidente da República.

Não faz sentido, mesmo num contexto de guerra aberta Belém - São Bento e de interferência dissimulada da Presidência na campanha politica partidária, que não exista um desmentido formal desta acusação.A não ser que não a consigam desmentir mesmo...

 


Por Paulo Ferreira | Segunda-feira, 07 Setembro , 2009, 18:04

Assessores de Portas alteravam alinhamentos do Telejornal da TVI?Caso Prestige foi silenciado no consulado de Paulo Portas no Governo?A cobertura do caso Casa Pia foi "vergonhosa"?"A verdade é que existiam noticias fabricadas"?

Não posso crer que é realmente esta postura do Paulinho das Feiras e das Virtudes!

De certeza que a Dra. Manuela da Verdade jamais se coligaria com alguém que mente tanto e tão descaradamente!Ou não...

Ainda bem que Manuela Ferreira Leite não terá essa oportunidade em virtude dos resultados que obterá a 27 de Setembro, poupa-se a si mesma o embaraço de ter de andar de braço dado com " esta gente"...já basta ter Alberto João Jardim ao seu colo!

 


Por Paulo Ferreira | Segunda-feira, 07 Setembro , 2009, 13:48

Ferreira Leite elogia exemplo da Madeira como "bastião inamovível" e "bom governo PSD" 

 

Alguém explica à Dra Manuela Ferreira Leite que ESSE é exactamente o problema?!

 

A líder do PSD rejeitou a crítica de que existe "asfixia democrática" neste arquipélago, argumentando que "quem legitima o poder é o voto do povo e não está ninguém aqui por imposição, é em resultado dos votos". "Acho que há asfixia democrática no continente"

 

Mau, mau Manela!Então na Madeira das broncas, trapalhadas, pancadaria, carros de "gente inconveniente" incendiados, obras à medida com pagamentos a contento, bandeiras nazis e palhaçadas que tais, é o voto do povo que legitima, certo, de acordo.E em Portugal Continental? Devem ter sido então seres extraterrestres cor-de-rosa que votaram nas ultimas eleições legislativas!

 

Dra. Manuela Ferreira Leite, falar em asfixia democrática na Madeira, não é muito inteligente!Pergunte ao senhor do relógio ou da bandeira nazi, ele tem umas estórias para contar...que metem medo Doutora!

 

 


Por Paulo Ferreira | Segunda-feira, 07 Setembro , 2009, 10:54

Existem mesmo semelhanças extraordinárias!

fonte-Facebook                                                                           

 

 publicado em estéreo aqui

tags:

Por Paulo Ferreira | Domingo, 06 Setembro , 2009, 15:32

A chanceler alemã deu indicações para que não fosse autorizada a recolha de imagens no encontro de hoje com a presidente do PSD
Angela Merkel chegou meia hora atrasada à sede da União Democrata-Cristã (CDU, na sigla alemã), em Berlim, onde esta manhã reuniu com Manuela Ferreira Leite.
Segundo informa a Lusa, o gabinete de relações internacionais do CDU impediu também a recolha de imagens durante o encontro, disponibilizando apenas as
fotografias tiradas por um fotógrafo contratado pelo partido alemão
.
Manuela Ferreira Leite assinalou que respeita as regras estabelecidas pela CDU alemã, já que
“em primeiro lugar, era importante ter um encontro pessoal com a senhora Merkel e, em segundo lugar, em termos de provas temos as fotografias".
 

A falta de credibilidade e de auto-confiança de Manuela Ferreira Leite é já tanta que até o próprio PSD presume que é preciso fotografias para nós acreditarmos na cabeça de cartaz da Volta da Verdade!

Alguma vez um líder partidário minimamente sério com alguma capacidade e aptidão para o lugar teria de dizer "Acreditem....tenho fotos...a sério!"?!

De mau já bastava a imagem de vassalagem constrangedora da pupila do Sr. Reitor à lider do Bloco Central alemão, manda quem pode, espera quem deve. 

 

em estéreo aqui


Por Paulo Ferreira | Sábado, 05 Setembro , 2009, 03:32

Cavaco Silva disse ontem que "espera" que a liberdade de expressão não tenha sido posta em causa no caso do cancelamento do Jornal Nacional de Sexta apresentado por Manuela Moura Guedes.Concordo absolutamente.É raro. Normalmente discordo, quer das suas afirmações dúbias e passíveis de interpretação custom made, quer dos seus silêncios estratégicos em relação, por exemplo, ao Presidente do Governo Regional da Madeira.

 

Tendo em conta a gestão da relação custo/beneficio eleitoral para o PSD, Cavaco Silva esperou para ver como sopravam os ventos e onde caiam os estilhaços do "suponhamos" do seu funcionário em relação a uma suposta vigilância realizada aos assessores, que foi capa do Público, da brincadeira do "diz que não disse mas mandou alguém dizer" de Alexandre Relvas, da manhosa gestão do cancelamento do show de variedades de Manuela Moura Guedes e da patética carta anónima acerca do primo gordo de José Socrates.Sopraram mal os ventos para as flores de estufa do Palácio de Belém, veremos onde acabam os estilhaços...

 

O "suponhamos" do funcionário da Presidência foi de tal forma ridículo que se resumiu a "sensações", as mesmas irresponsavelmente assumidas pela pupila do Sr.. Silva.A estória da pseudo-pressão de há um ano atrás que agora o empresário/politico social democrata Alexandre Relvas tentou mandar para o ar através de um advogado morreu à nascença.A telenovela MMG teve mais um capitulo burlesco em que a influência do PS é comprovadamente nula (apenas tendo a perder com este desfecho!).A carta do primo gordo de JS deve ter sido feita à pressa e sem a assessoria de inspectores da Judiciária (ao contrário da carta anónima de Zeferino Boal resultante dos repastos da Aroeira) pelo que se revelou de eficácia nula.Posto isto, Cavaco Silva falou finalmente mas sem contextualizar devidamente a mensagem que pretendia passar.

 

Eu posso fazer de Pacheco Pereira por breves linhas e enquadrar melhor as palavras do Sr Presidente. O que Anibal Cavaco Silva quis dizer foi "que espera que a liberdade de expressão não tenha sido posta em causa no caso do cancelamento do Jornal Nacional de Sexta apresentado por Manuela Moura Guedes da mesma forma que foi aquando da mordaça que Manuela Ferreira Leite colocou a todos os professores quando era Ministra da Educação e quando Marques Mendes fazia os alinhamentos do Telejornal da RTP com José Eduardo Moniz".

 

Adenda - À luz das declarações de Miguel Pais do Amaral e Paulo Simão poderemos também facilmente concluir que o ambiente dentro da TVI ainda com José Eduardo Moniz e esposa ao volante não seria perfeitamente idilico.Seria por isso que MMG dizia que "era preciso serem muitos estúpidos", referindo-se à administração da Media Capital, para a retirarem do ar?E quando é que poderemos ver então "a tal peça" sobre o Freeport?Estou mesmo ansioso..

 

em estéreo aqui


Por Paulo Ferreira | Sexta-feira, 04 Setembro , 2009, 12:38

Em Maio de 68, na Sorbonne, o poeta Louis Aragon pediu a palavra. Foi assobiado. Aragon era comunista e o jornal comunista L'Humanité tinha insultado o movimento estudantil. Então, o líder deste, Cohn-Bendit, disse: "Estamos aqui porque defendemos a liberdade de expressão. Todos têm direito a falar, até os traidores" - e estendeu o microfone a Aragon. É o que me apetece, hoje, dizer: "O seu programa é abaixo de cão, mas até as jornalistas de programas abaixo de cão têm direito à palavra" - e estendia o microfone a Manuela Moura Guedes. Depois, eu virava-me para a Prisa, os patrões que a silenciaram, e dizia-lhe: "A vossa jornalista preveniu que vocês podiam ser muito estúpidos, mas nunca pensei que vocês o fossem tanto." A semanas das eleições, a Prisa só fez aquilo pensando que podia ganhar alguma coisa. Ora pensar que algum partido podia sentir-se agradecido é considerar que esse partido é estúpido ou imoral. E não. Nem o PS é estúpido para pensar que ganha com o fim daquela coisa, nem o PSD é imoral para agradecer a suja benesse que lhe deram. Isso digo eu, que sei que os portugueses e os seus grandes partidos valem mais do que aquilo por que a Guedes e a Prisa os tomam.

 

Ferreira Fernandes no DN


Protocolos
comentários recentes
Ainda bem que procurei por ti na internet em geral...
A discussão sobre pagar a saúde de acordo com os r...
Espero que o José Sócrates faça um bom trabalho..
Boa tarde, gostava da vossa opinião.hoje dirigi-me...
EsclarecimentoA notícia é apenas sobre uma propost...
Venho por este meio relatar-vos uma situação que c...
Sou nova nestas andanças, da net (não em anos-57) ...
Obrigada pelos textos que nos deram a ler, a refle...
Estou de acordo com a ideia lançado por vocês impo...
Simplex , simplesmente. convido-os a visitarem o m...
já agora gostaria que observem uma iniciativa empr...
Estava a gostar deste blog...
Uma escrita muito pobre, na generalidade dos casos...
Estou numa dúvida: a oposição não foi eleita para ...
Posts mais comentados
88 comentários
50 comentários
44 comentários
43 comentários
38 comentários
36 comentários
27 comentários
25 comentários
arquivos
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds

As imagens criadas pelo autor João Coisas apenas poderão ser utilizadas em blogues sem objectivo comercial, e desde que citada a respectiva origem.