Por João Pinto e Castro | Quarta-feira, 05 Agosto , 2009, 02:58

 

Por razões que me escapam, o Diário Económico de 3ª feira achou boa ideia ouvir o desaparecido Cardoso e Cunha acerca dos prejuízos do sector público empresarial em 2008.

Declarou ele que, no seu modo de ver, elas "estão fora das preocupações de racionalidade económica e são altamente sujeitas a gestões incoerentes e não justificadas". A terminar, desabafou: "Rezemos para que um dia possa haver em Portugal um Governo competente e com condições políticas para actuar racionalmente".

Caso estejam esquecidos, este Cardoso e Cunha foi dirigente do PSD, ministro da Agricultura e Pescas, Comissário Europeu, Comissário da Expo-98 e Presidente Não Executivo da TAP, cargos para os quais foi nomeado por Cavaco Silva ou Durão Barroso.

Nos tempos livres encetou uma ousada obra empresarial nos sectores da agricultura, da pecuária e do turismo, mais tarde alargada a Moçambique e à Guiné.

Dando provas de "racionalidade económica" e "coerência de gestão" a toda a prova, ferrou calotes de grande dimensão aos bancos Santander-Totta, Caixa de Crédito Agrícola, Banco Português de Investimento, Caixa Geral de Depósitos e Banco Comercial Português.

Em 2005, o Tribunal de Comércio de Lisboa declarou a falência pessoal de Cardoso e Cunha na sequência do processo que lhe foi movido pelo Santander-Totta.

O Professor Cavaco Silva sempre revelou grande sensatez na escolha dos seus colaboradores mais próximos.


A. Pinto Pais a 5 de Agosto de 2009 às 09:50
Pergunto-me se os seus camaradas do Simplex - a si não vale a pena perguntar... - acham que é com posts como este (e os anteriores de sua autoria) que se ajuda o PS a ganhar em 27 de Setembro.
Balhamedeus!

Clara França Martins a 5 de Agosto de 2009 às 09:53
Marques Mendes dizia que alista de deputados à AR parecia ter sido feita numa noite de nevoeiro. Mas a actual lista de MFL parece ter sido feita numa noite de trovões, com relâmpagos e bruxas. Tudo bem. O PS, segundo li hoje, sobe ourta vez nas sondagens.

Nuno Matias a 5 de Agosto de 2009 às 15:28
Onde leu que o PS subiu nas sondagens?

Clara França Martins a 5 de Agosto de 2009 às 18:29
Barómetro Marktest desta semana

Clara França Martins a 5 de Agosto de 2009 às 18:37
PS retoma a liderança nas intenções de voto
O Barómetro Político Marktest de Julho mostra o PS a voltar a líder das intenções de voto para as eleições legislativas.
Estudos de Opinião , Marktest.com, Ontem

Os dados disponibilizados pelo Barómetro Político da Marktest de Julho revelam que o PS e o BE foram os partidos que viram as suas intenções de voto subir relativamente ao mês anterior. O PS subiu 1.0 pontos percentuais e lidera agora as intenções de voto para as legislativas, com 35.5% dos residentes no Continente a afirmar que votariam neste partido se as eleições se realizassem hoje.

assis a 5 de Agosto de 2009 às 09:56
este c.c. também tem o perfil indicado para fazer parte das listas do psd.

Pedro Pacheco a 5 de Agosto de 2009 às 10:18
"A guerra das listas de candidatos, porém, veio evidenciar algumas fragilidades da líder do PSD. Não está a unir o partido, abrindo guerra com distritais importantes, mas, pior do que isso, não o faz pela boa causa que seria uma profunda varredela nos interesses instalados no aparelho. Até ver, retribuiu o silêncio santanista com uns quantos lugares, recuperou figuras gastas e apostou no transfuguismo de Maria José Nogueira Pinto. Por fim, deixou-se vulnerabilizar ao admitir a candidatura de um fiel que queima: António Preto. Mais do que arguido em processo judicial, este é um dos mais conhecidos homens da mala da política portuguesa. Pagou campanhas com malas de dinheiro e promoveu as habituais guerras sujas na distrital de Lisboa."

Eduardo Dâmaso - Correio da Manhã de hoje

Nuno Pereira a 5 de Agosto de 2009 às 12:22
Cardoso e Cunha, homem dos sete ofícios descarregando neles toda a sua incapacidade, levando a água ao seu moinho através de baldes a abarrotar de calotes e obrigado a desaparecer num manto de nebulosidade de fazer inveja ao Vale e Azevedo.
É mais um disciplino de Cavaco que lançou este País num grupo de homens prontos a trilhar o caminho da alfinetada nas dependências bancarias.
Que PSD é este com históricos que mancham a credibilidade de um partido!

josé Vladimiro a 5 de Agosto de 2009 às 19:02
Bem visto!

É um belo exemplo do Gestor Público do Bloco Central, que num semanário, detido por os accionistas do PSD ( não me espantaria que algum fosse do PS - minoritário...), diz aos outros aquilo que não foi capaz de fazer...mas o sistema ps/psd gera estas figuras.

Protocolos
comentários recentes
Ainda bem que procurei por ti na internet em geral...
A discussão sobre pagar a saúde de acordo com os r...
Espero que o José Sócrates faça um bom trabalho..
Boa tarde, gostava da vossa opinião.hoje dirigi-me...
EsclarecimentoA notícia é apenas sobre uma propost...
Venho por este meio relatar-vos uma situação que c...
Sou nova nestas andanças, da net (não em anos-57) ...
Obrigada pelos textos que nos deram a ler, a refle...
Estou de acordo com a ideia lançado por vocês impo...
Simplex , simplesmente. convido-os a visitarem o m...
já agora gostaria que observem uma iniciativa empr...
Estava a gostar deste blog...
Uma escrita muito pobre, na generalidade dos casos...
Estou numa dúvida: a oposição não foi eleita para ...
Posts mais comentados
88 comentários
50 comentários
44 comentários
43 comentários
38 comentários
36 comentários
27 comentários
25 comentários
arquivos
pesquisar neste blog
 

As imagens criadas pelo autor João Coisas apenas poderão ser utilizadas em blogues sem objectivo comercial, e desde que citada a respectiva origem.