Por Luis Novaes Tito | Quarta-feira, 29 Julho , 2009, 12:42

BlogConf Ainda sobre o WebCast da BlogConf há que ler o que Paulo Querido, que moderou e fez concretizar o mais importante e inovador acontecimento da Blogos(fera) política portuguesa realizada até hoje, acabou de escrever.

 

Comparar o que se passou naquela sala com qualquer outra acção realizada até agora, como já vi por aí tentar fazer, é pura ficção.

 

Aquilo não foi uma acção politico-partidária como outras já anteriormente ensaiadas por actores políticos menores, mas uma outra coisa que reuniu comentadores de todas as tendências políticas para questionarem, em meio interactivo directo, o Secretário-geral do PS que é também o Primeiro-ministro português.

 

Como diz Paulo Querido, o falhanço do WebCast pode ser um fait-divers útil para o portuguesíssimo bota-a-abaixo mas, acrescento eu, por muito que se tente desvalorizar a acção e por muito que se tente menorizar com a comparação com outros ensaios já anteriormente realizados (ou a realizar ainda agora), ninguém poderá alterar a marca que ali se construiu.

 

O PS, Sócrates, Paulo Querido, José Seguro Sanches e os Bloggers presentes marcaram a diferença e estão todos de parabéns.

 

( Também publicado em simultâneo nos: a Barbearia do Sr. Luís e Eleições2009/o Público)


Daniel João Santos a 29 de Julho de 2009 às 14:33
Deixo uma pergunta:

Como é que era por inscrições e algusn disseram que foram convidados directamente?

LNT a 29 de Julho de 2009 às 15:03
Caro Daniel

Essa questão terá de ser posta a quem organizou a BlogConf.

Pela parte que me toca fui alertado e inscrevi-me, aliás como deve saber, fui lá pelo meu Blog pessoal e não pelo Simplex.

Daniel João Santos a 29 de Julho de 2009 às 15:45
Eu sei, apenas achei interessante alguns terem sido alertados.

LNT a 29 de Julho de 2009 às 16:04
Se o Daniel acompanhou o processo desde o início sabe que a ideia original da BlogConf partiu do Jorge Seguro Sanches e do Rui Grilo.

Como poderá facilmente compreender eles devem ter sondado alguns bloggers para perceberem da viabilidade do evento. Não existe aqui qualquer processo menos claro.

Nuno Pereira a 29 de Julho de 2009 às 14:34
Confesso que ao ver os vídeos das perguntas apresentadas a Sócrates, fiquei desiludido, embora não me vá armar aqui em convencido. Já que não é fácil e para mais numa situação virgem, enfrentar um secretário-geral do Partido Socialista e ao mesmo tempo o PM, cá do País.
Tinha curiosidade em conhecer o rosto da grande maioria dos bloguistas. Já que seguindo regularmente os seus blogues e tudo o que lá era estampado, principalmente sobre a pessoa Sócrates, aguardava as suas intervenções com curiosidade acrescida.
E comecei a seleccionar os vídeos, começando pelos que atraiam mais a atenção, num frente a frente Direita/Sócrates, pensava eu, iria prometer.
E claro a montanha pariu um rato!
Desde os centristas, aos sociais-democratas, não restou outra alternativa do que lançar meia dúzia de perguntas de frases feitas, sem a substancia essencial para obrigar Sócrates reflectir e aceitar que nem tudo foram rosas nos anos que já leva de governação e quem sabe dar um pouco a mão à palmatória para ir de encontro ao que eu (e os demais) esperavam da parte dos bloguistas não Socialistas.
Reparei no bloguista João, o mais activo dos não alinhados a Sócrates. Levou um encontro meramente fortuito, embora significativo como se estivesse a assumir o papel de deputado interpelando o PM, na Assembleia da Republica. O homem está com ganas de lá chegar! O estilo e os tiques já denotam parecenças com os seguidores de Portas, mas perdeu-se num mar de observações repetitivas que no final foram dar ao mesmo. Ou seja, bastava simplificar o que falou muito talvez mostrando veia para carreira política. Que pouco disse, porque a tecla batia no mesmo e todos nós percebíamos onde queria chegar. Levou de frosque de Sócrates, onde a experiencia falou mais alto.
Houve o Tiago (confesso que esperava mais, o homem tem bitaites para a toda a hora escarrapachar nos seus blogues) apresentou um amontoado de números, que acabou enrodilhado neles. Pensando confundir Sócrates para o levar a entrar na já famosa avaliação que ninguém percebeu a quem era destinada. Os números eram contraditórios de parte a parte. E chegou a desesperar os restantes convidados, que me deu a perceber, controlaram-se alguns a muito custo.
Mas lá seguiu o próximo, que não ganhou nada com o enredo Tiago/Sócrates, o nervosismo pairou no ar.
Os restantes limitaram-se a não serem comidos pelo Sócrates, a cada pergunta mais confiante se sentia e perderam uma grande oportunidade de saírem de um frente a frente único e talvez sem repetição. De levar para o seio dos seus já ene de seguidores o apelativo titulo de “as verdades são para serem ditas”.
Os seguidores socialistas jogavam em casa e como tal estiveram à altura de seguirem o cerne deste encontro. Que agradou a gregos e a troianos pela parte Socialista.
Um último aspecto, para o cenário do encontro. Simples, parecia as tascas cá do Norte, onde se ainda bebe umas boas malguitas de tinto verde. Com as mesas, umas mais altas que outras, tapadas com as toalhas características, onde os computadores deviam dar lugar a uns salgadinhos, para aliviar a tensão dos bloguistas perante a figura que interpelavam.
Mas para quem acompanha e vive isto da blogosfera. Mais para os que foram convidados, a experiência foi marcante. Não é todos os dias que se está cara a cara com o PM. E todos esperamos que os papeis se invertam e quem jogou no lado que apoia, possa jogar no lado que não defende.

assis a 29 de Julho de 2009 às 14:41
oh nuno , sabe que a estratégia desta direita manhosa se esgota no insulto. como seria de mau tom ser-se trauliteiro nesta iniciativa ficaram sem nada para dizer.
revelaram bem o que são, um perfeito vazio que só se entusiasmou com o aparecimento de uma bênção chamada crise internacional.

LNT a 29 de Julho de 2009 às 16:11
Pois é Assis,
Há os que fazem e os que pensam que constroem, destruindo.
Se não tivesse sido o apagão WebCast, como nada mais têm a apontar de negativo, tinham de estar calados. Assim sempre podem deitar uns foguetes para ver se animam a malta.
Seria melhor que se entretivessem, pelo menos, a tentar escrever um Programa de Governo para explicar ao que vêm.


LNT a 29 de Julho de 2009 às 15:13
Gostei deste comentário. Também tinha preferido uns croquetes e rissóis à parafernália dos bits.

Como diz o Nuno, a conferência/debate foi com o PM e uma coisa é mandar uns bitaites num Blog, outra é levantar uma questão cara a cara.

Claro que teria de haver urbanidade. O PM merece o respeito do cargo que ocupa e nós, bloggers, não somos uns animais à solta.

Se quer que lhe diga, agora sem qualquer gozo, acho que estivemos todos à altura do acontecimento e que muito boa gente poderia ter aprendido com a forma civilizada com que decorreu a BlogConf.

tric a 29 de Julho de 2009 às 14:37
"Comparar o que se passou naquela sala com qualquer outra acção realizada até agora, como já vi por aí tentar fazer, é pura ficção."
´
ta a gozar, não esta !!?? a unica diferença é que foi mais formal , que os anteriores !

"(...)Paulo Querido, que moderou e fez concretizar o mais importante e inovador acontecimento da Blogos(fera) política portuguesa realizada até hoje, acabou de escrever"

bahhhh!! realmente!!, os socialistas tem uma dificil relação com a verdade...



LNT a 29 de Julho de 2009 às 15:16
Quer dar exemplos de outras acções, ou vai ficar só pela argumentação vazia?

Fico à espera para lhe poder responder.

tric a 29 de Julho de 2009 às 19:22
exemplo: Paulo Rangel

LNT a 29 de Julho de 2009 às 20:47
Quem é Paulo Rangel?

tric a 29 de Julho de 2009 às 22:52
foi aquele gajo que mandou pastar de uma forma elegante os apoiantes de José Socrates, nas ultimas eleições europeias!

LNT a 29 de Julho de 2009 às 23:00
Ah, ele fez isso, o malandro.

Mas que eu saiba os apoiantes de Sócrates (como v. diz) não pastam e estão todos por aqui.


tric a 30 de Julho de 2009 às 01:22
"Ah, ele fez isso, o malandro."

yahp!! ja viu, o malandreco é saido da casca...






CS a 29 de Julho de 2009 às 17:08
Há uma contradição entre o ser "mais importante e inovador acontecimento da blogosfera portuguesa" e a desvalorização da falga no Webcast, feita pelo próprio Paulo Querido (e outros). Quando dei conta que a BlogConf iria acontecer no dia seguinte, achei que era uma iniciativa com muito interesse. Embora não me pudesse inscrever, pois a publicidade da mesma foi feita de uma forma algo equívoca (prestando-se à já referida maledicência), olhei para a lista de blogues e era com muita espectativa que tinha reservado um par de horas para assistir e comentar em directo.
Tal como eu, muitos o fizeram e a menorização do webcast não é, na minha óptica, aceitável. Algo correu muito mal e ainda não ouvi nenhuma explicação aceitável para o acontecido. Acrescento o óbvio, passada meia hora, estava a assistir a um concerto, em directo a partir do festival de Verbier, em ecran expandido e sem uma falha de som e imagem.
Posto isto, já vi e ouvi alguns dos videos colocados em linha e concordo que embora a experiência tenha sido interessante, faltou sal e, para citar uma área que me é cara, a Cultura, Sócrates nas respostas foi palavroso, pouco preciso e, em muitos dos casos, evasivo.
Não estou a "botar-abaixo", mas também não posso aceitar que menorizem uma falha que privou outros interessados de acompanharem o momento (como foi devidamente publicitado). Em jeito de nota final e para evitar equívocos, acrescento que sou "de esquerda".

LNT a 29 de Julho de 2009 às 20:53
Caro CS

Como digo algures, foi pena que a WebCast não se tivesse realizado, por isso entendo perfeitamente o que me está a dizer.

O que tenho aqui defendido é que a WebCast não era o objectivo da acção e que o objectivo (fazer uma BlogConf) foi totalmente atingido.

Não existe qualquer contradição com o Paulo Querido.

CS a 29 de Julho de 2009 às 22:48
A contradição não é com mas do Paulo Querido. E repito que acho inaceitável que não haja uma explicação clara para o facto (cancelamento da difusão via web).

LNT a 29 de Julho de 2009 às 23:03
Que eu saiba não foi cancelamento nenhum, mas de qualquer forma já disse aqui
http://simplex.blogs.sapo.pt/38115.html
que também aguardo uma explicação, para poder entender.

No entanto mantenho que o que havia para fazer, fez-se, e bem. Foi pena não haver WebCast mas não foi WebCast que lá fomos fazer.

CS a 29 de Julho de 2009 às 23:36
Caro Luís, não vou entrar em discussão sobre se foi cancelamento ou escorregadela. Espero que se se realizar alguma com a MFL ou com outro líder partidário, já seja possível acompanhar em directo.

Manuel Barra a 29 de Julho de 2009 às 19:37

Nem simplex, nem jamais.

Ora vejam como é fácil ler as coisas:
http://www.sabado.pt/Opiniao/Jose-Pacheco-Pereira/Socrates-entre-os-bloggers.aspx


LNT a 29 de Julho de 2009 às 20:48
Pois.

O Pacheco Pereira acha sempre que qualquer coisa onde ele não esteja, não presta.

O ego dele não admite exclusões.

LNT a 30 de Julho de 2009 às 00:36
Caro Manuel Barra
Não publicarei o seu comentário porque v. faz um ataque deliberado a uma pessoa que não é autor deste Blog e por isso não poderá defender-se.

Quanto à “dita conferência não passou de uma operação de marketing”, como você diz, chamo-lhe à atenção para o facto de terem participado alguns conhecidos bloggers da oposição. Não estará a insinuar que esses bloggers estavam de conluio com o tal “marketing”, pois não?

Anónimo a 30 de Julho de 2009 às 01:25
Não acha que é disparatado responder-me e não colocar o meu comentário? Em boa verdade, também eu assim não me posso defender, nãolhe parece?

Não sei a que ataque deliberado e a que pessoa se refere. Paciência. Ficaremos todos na ignorância.

Mas aproveito para lhe dizer, respondendo à sua pergunta, que não faz parte do meu conceito de marketing o assentimento dos destinatários da acção de marketing, neste caso, os bloggers a quem a acção se destinava.

Mais explicado, não se costuma dizer ao estimado público: olhe aceita que eu agora faça um anúncio do meu produto? Não se pede licença ao público para fazer anúncios de televisão, para colocar out doors, para colocar anuncios nos jornais ou até para lhe enfiar publicidade nas caixas de correio. Logo é natural que o secretrário geral do PS, candidato a primeiro ministro não lhe tenha perguntado a si e aos restantes bloggers convidados se queriam ser objecto de uma acção de campanha destinada a conquistar votos. (Embora eu admita que alguns foram lá para colaborar na acção, mas isso não tem mal. Desde que estejamos todos esclarecidos.)

Mas insisto no que é verdadeiramente importante : o que eu não vi no que já vi (em diferido) foi nenhuma ideia diferente do que vi nos últimos 4 anos. Aliás, vi muito poucas ideias.

Mas vi os bloggers muito satisfeitos. Isso vi.

Está vendido o sabonete.

LNT a 30 de Julho de 2009 às 02:03
Talvez seja disparatado, sim. Mas ainda assim acho que este procedimento é mais correcto do que permitir um ataque a quem não se pode defender.

LNT a 30 de Julho de 2009 às 02:18
E perdoe-me que volte a discordar:

A haver marketing, como diz, é natural que não seja com o assentimento do público alvo, mas terá de ser com a dos seus autores.

Volto a perguntar-lhe se está convencido de ter havido anuência dos bloggers da oposição para que esse marketing se tivesse processado? Terão caído num embuste? então porque não se retiraram sabendo que o WebCast não estava no ar?

O que me parece é que os bloggers presentes quiseram todos, sem excepção, participar de uma experiência nunca feita em Portugal. E volto-lhe a dizer, todos eles estiveram à altura. A resistência à mudança não é já uma característica de todos, felizmente.

Todos sabiam que era uma acção política.
Quem lá esteve actuou como muito bem entendeu. Ninguém foi impedido nem obrigado a coisa alguma.

O principal foi cumprido. Nova forma política de interagir.

Nuno Cunha Rolo a 7 de Agosto de 2009 às 19:26
Foi uma excelente iniciativa. Julgo que deveria acontecer outra, desta vez com a Manuela Ferreira Leite. De certeza que se muitas dúvidas houvesse sobre a determinação, conhecimento e visão de cada um dos candidatos a PM sobre as redes sociais, seriam dissipadas em "absoluto" e numa "não-notícia" da Blogconf, resultando para a MFL num ridículo e ignorância atrozes sobre o uso das TIC e o seu verdadeiro significado para a inclusão social e global.
Abraço,
NCR

Protocolos
comentários recentes
Ainda bem que procurei por ti na internet em geral...
A discussão sobre pagar a saúde de acordo com os r...
Espero que o José Sócrates faça um bom trabalho..
Boa tarde, gostava da vossa opinião.hoje dirigi-me...
EsclarecimentoA notícia é apenas sobre uma propost...
Venho por este meio relatar-vos uma situação que c...
Sou nova nestas andanças, da net (não em anos-57) ...
Obrigada pelos textos que nos deram a ler, a refle...
Estou de acordo com a ideia lançado por vocês impo...
Simplex , simplesmente. convido-os a visitarem o m...
já agora gostaria que observem uma iniciativa empr...
Estava a gostar deste blog...
Uma escrita muito pobre, na generalidade dos casos...
Estou numa dúvida: a oposição não foi eleita para ...
Posts mais comentados
88 comentários
50 comentários
44 comentários
43 comentários
38 comentários
36 comentários
27 comentários
25 comentários
arquivos
pesquisar neste blog
 

As imagens criadas pelo autor João Coisas apenas poderão ser utilizadas em blogues sem objectivo comercial, e desde que citada a respectiva origem.