Por Tomás Vasques | Terça-feira, 28 Julho , 2009, 19:14

A minha pergunta, em nome do SIMplex, feita ao primeiro-ministro: é consensual que a Cultura foi tratada, por este governo, como um parente pobre. Não só quanto a dinheiro, mas enquanto estratégia. Há mais de 10 anos que muitas vozes dentro do PS reclamam uma dotação de 1% do OGE para a Cultura. A manter-se assim, perde dignidade o cargo de Ministro e um Secretário de Estado chega para gerir o cargo. Pergunto: o próximo governo socialista, eleito nas eleições de 27 de Setembro, vai alterar esta situação? Passe a imodéstia, esta foi uma das perguntas mais contundentes e objectivas feitas no final de tarde ontem no Encontro de bloggers com José Sócrates. Isto demonstra que, aqui no SIMplex, votamos pela positiva. Votamos no Partido Socialista e em José Sócrates porque queremos um Portugal melhor. Em todas as áreas. Sabemos o que queremos e sabemos quem melhor está preparado para o alcançar. É uma atitude diferente do que por aí circula, sobretudo à direita. Não sabem o que querem, apenas sabem o que não querem. É pobre, muito pobre.


josé Vladimiro a 28 de Julho de 2009 às 19:25
Que grande contundência a tua pergunta! Vê-se mesmo que tens cartão rosa! Ai! Ai! Que o Eng. Téc. Sócrates até corou com a virulência da pergunta!

Tomás Vasques a 28 de Julho de 2009 às 22:23
Tenho cartão rosa há muitos anos. Até estive na Fonte Luminosa, em 1975, quando foi necessário travar o passo a novas ditaduras. Mas mesmo com cartão rosa no bolso (e cartão verde do Sporting, também) aprendi, desde muito cedo, a pensar e a decidir sem obediência a cartões. O que não acontece a muitos «contundentes» que por aí vagueiam, aos tombos, sem rumo, nem argumentos .

Carlos Cidrais a 28 de Julho de 2009 às 19:41
Acho que nim. E a resposta a sua pergunta, qual foi?

Joaquim Amado Lopes a 28 de Julho de 2009 às 20:09
O auto-elogio só vos fica bem. Gostei especialmente do "contundentes". :-]

Também gostei do "É pobre, muito pobre." mas acho que o Tomás não se estava a referir ao Simplex, ao Governo nem a José Sócrates, pois não?

Já agora, qual foi a resposta do Primeiro-Ministro à pergunta "contundente" sobre o "único" erro cometido por este Governo?

Vera Santana a 28 de Julho de 2009 às 20:29
Esta é uma das minhas esperanças num futuro governo socialista. Que os projectos culturais se cumpram. Os efeitos notar-se-ão daqui a uma década, duas décadas? Tantas quantas as décadas entretanto perdidas. . .

Cumprir um projecto cultural significa dar-lhe consistência, linha de rumo, continuidade. No campo cultural, continuidade significa tempo longo, fazer agora pensando também nas gerações futuras. Quer no que respeita à produção - os artistas e os seus contextos - quer no que respeita à recepção - os públicos, os fruidores e os seus contextos. Traduz-se pela necessidade de os produtores culturais criarem - ao longo do tempo - reportórios, portfolios, etc., pela necessidade de os públicos conhecerem - num tempo longo - reportórios, obras, etc.

Trata-se de processos lentos de socialização de artistas e de públicos. Findo com uma "breve nota": o actual panorama das orquestras portuguesas deve-se em grande medida à iniciativa política de um PM socialista que apostou na Cultura.

portela menos 1 a 28 de Julho de 2009 às 20:45
faz lembrar as perguntas do leader da bancada do PS na AR, nos debates mensais...para Sócrates brilhar!

acatar a 28 de Julho de 2009 às 20:50
pergunta contundente?

desculpe, mas isso é daquelas perguntas que só dão direito a brilhar para quem responde. Havia tanta coisa para perguntar...

Além disso, o PM já tinha respondido há um mês a essa pergunta, quando confessou que menosprezou a cultura neste mandato.

Pedro Pereira a 28 de Julho de 2009 às 20:54
Espectáulo.

CS a 28 de Julho de 2009 às 21:00
A pergunta achei excelente. A resposta fraca, muito fraca.

Diogo a 28 de Julho de 2009 às 21:30
Este post também é pobre, muito pobre...

MJP a 29 de Julho de 2009 às 00:17
Se tivesse baseado o post na resposta do PM compreenderia a conclusão: votar num partido que fomenta a cultura. Assim constato a cegueira: qualquer que seja "o objectivo" terão o voto.
Isto é ter ideias cegas.

Protocolos
comentários recentes
Ainda bem que procurei por ti na internet em geral...
A discussão sobre pagar a saúde de acordo com os r...
Espero que o José Sócrates faça um bom trabalho..
Boa tarde, gostava da vossa opinião.hoje dirigi-me...
EsclarecimentoA notícia é apenas sobre uma propost...
Venho por este meio relatar-vos uma situação que c...
Sou nova nestas andanças, da net (não em anos-57) ...
Obrigada pelos textos que nos deram a ler, a refle...
Estou de acordo com a ideia lançado por vocês impo...
Simplex , simplesmente. convido-os a visitarem o m...
já agora gostaria que observem uma iniciativa empr...
Estava a gostar deste blog...
Uma escrita muito pobre, na generalidade dos casos...
Estou numa dúvida: a oposição não foi eleita para ...
Posts mais comentados
88 comentários
50 comentários
44 comentários
43 comentários
38 comentários
36 comentários
27 comentários
25 comentários
arquivos
pesquisar neste blog
 

As imagens criadas pelo autor João Coisas apenas poderão ser utilizadas em blogues sem objectivo comercial, e desde que citada a respectiva origem.