Por Luis Novaes Tito | Segunda-feira, 28 Setembro , 2009, 00:50
Bandeira PortugalPara quem ainda tinha dúvidas fica a constatação. O PS ganhou as eleições. A comprová-lo está o facto do Presidente da República vir a convidar Sócrates para formar o próximo Governo.
 
Para quem ainda tinha dúvidas fica a constatação. O PSD perdeu as eleições. Não só para o PS, como para o CDS/PP. A demagogia da mentira da verdade, o conservadorismo de Ferreira Leite, a intriga, a conspiração, a maledicência, a falsidade e a arrogância foram fortemente penalizados pelos eleitores.
 
Para quem ainda tinha dúvidas fica a constatação. O CDS/PP ganhou o prestígio da direita que há mais de duas décadas não tinha. Derrotou o PSD retirando-lhe uma boa fatia do eleitorado, contribuiu para esvaziar a maioria absoluta ao Partido Socialista e marcou a diferença entre a direita civilizada e a outra que estava convencida que tudo valia para atingir os seus fins.
 
Para quem ainda tinha dúvidas fica a constatação. O BE ganhou o prestígio da extrema-esquerda. Nunca em Portugal, nem sequer no tempo do PREC, a extrema-esquerda tinha conseguido tão bons resultados. Passou o PCP em importância e implementação, contribuiu para retirar a maioria absoluta ao Partido Socialista e demonstrou que o enquistamento do PCP num modelo recusado em todo o Mundo é o corolário das doutrinas retrógradas que os comunistas insistem em considerar como válidas.
 
Para quem ainda tinha dúvidas fica a constatação. O PCP é o grande derrotado da esquerda. Perdeu posições para todos, deixou de ser a referência da esquerda das esquerdas.
 
Para quem ainda tinha dúvidas fica a constatação. A democracia é, continua a ser, o regime de preferência da esmagadora maioria dos portugueses. Derrota os abstencionistas, derrota a extrema-direita, derrota os defensores do não-voto. Confirma que o poder está nas nossas mãos, ainda que seja só no momento das escolhas.
 

Simultaneamente publicado nos: a Barbearia do Senhor Luís (a minha casa); SIMpleX (de quem me despeço já com saudades); Eleições2009/o Público (onde ainda faltam as autárquicas); Cão com tu (onde estarei em força após os períodos eleitorais) e numa outra coisinha que ainda não posso divulgar (mas falta pouco para o fazer).

sinto-me:

Miguel Lopes a 28 de Setembro de 2009 às 01:01
"Para quem ainda tinha dúvidas fica a constatação. O PCP é o grande derrotado da esquerda. Perdeu posições para todos, deixou de ser a referência da esquerda das esquerdas."

. O PCP tinha 14 deputados, passa a ter 15. O PS tinha 121, passa a ter 96. Isto sem contar com os votos da emigração.

Luis Novaes Tito a 28 de Setembro de 2009 às 11:32
Aguardo que o PR chame o Jerónimo para formar governo uma vez que a CDU parece ter ganho as eleições.

O PC tem destas coisas. Desde Abril que ganha eleições mas por um qualquer efeito desconhecido já só ocupa o 5º lugar de importância na política portuguesa.

Há coisas que nunca mudam. E uma delas é esta capacidade milagrosa do PCP e compª conseguir sempre ser vencedor mas suas derrotas.

Inês Meneses a 28 de Setembro de 2009 às 12:27
Quer lhe agrade quer não, Luís, aprovar legislação à esquerda no parlamento agora eleito é algo que vai ter de ser feito com o PCP.

Miguel Lopes a 28 de Setembro de 2009 às 11:48
Eu não disse que tinha sido "o vencedor", você é que disse que foi o "grande derrotado da esquerda"...

maloud a 28 de Setembro de 2009 às 13:49
Se me permite Luís, deixo aqui o meu obrigada a todos os SIMPLEX.

Joaquim Amado Lopes a 28 de Setembro de 2009 às 14:35
O PS perdeu meio milhão de votos e, com eles, a maioria absoluta. Mas é verdade, ganhou as eleições e, por isso, deve ser cumprimentado/felicitado.

Assim como se deve cumprimentar e agradecer aos portugueses que se deram ao trabalho de ir votar.

Quanto ao segundo parágrafo do seu post, cada um avalia-o como quiser. Pelo que me diz respeito, está ao nível da maioria do que foi publicado no Simplex durante a campanha. E é pena.

weber a 28 de Setembro de 2009 às 15:12
Caro Tito,
Grande post!
Análise perfeita.
Tomei a liberdade de fazer um link lá na minha rua.
Abraço,
José Albergaria

Pedro Sá a 28 de Setembro de 2009 às 22:29
A partir do momento que o BE segue a forma do discurso da extrema-direita em toda a Europa é a ela que deve ser ligado.

Protocolos
comentários recentes
Ainda bem que procurei por ti na internet em geral...
A discussão sobre pagar a saúde de acordo com os r...
Espero que o José Sócrates faça um bom trabalho..
Boa tarde, gostava da vossa opinião.hoje dirigi-me...
EsclarecimentoA notícia é apenas sobre uma propost...
Venho por este meio relatar-vos uma situação que c...
Sou nova nestas andanças, da net (não em anos-57) ...
Obrigada pelos textos que nos deram a ler, a refle...
Estou de acordo com a ideia lançado por vocês impo...
Simplex , simplesmente. convido-os a visitarem o m...
já agora gostaria que observem uma iniciativa empr...
Estava a gostar deste blog...
Uma escrita muito pobre, na generalidade dos casos...
Estou numa dúvida: a oposição não foi eleita para ...
Posts mais comentados
88 comentários
50 comentários
44 comentários
43 comentários
38 comentários
36 comentários
27 comentários
25 comentários
arquivos
pesquisar neste blog
 

As imagens criadas pelo autor João Coisas apenas poderão ser utilizadas em blogues sem objectivo comercial, e desde que citada a respectiva origem.