Por Porfírio Silva | Sexta-feira, 25 Setembro , 2009, 10:15

Salvador Dalí, Rosa Meditativa

 

 

Pela primeira vez empenhei-me numa campanha política na blogosfera. Mais exactamente, numa campanha eleitoral. Agora, essa fase está de partida. Segunda-feira, dependendo do resultado das eleições, Portugal estará em melhores ou em piores condições para enfrentar os nossos desafios colectivos. Segunda-feira, seja qual for o resultado das eleições, a minha vida pessoal vai continuar aquilo que era antes. Não vou mudar de trabalho, não vou ser promovido nem despromovido, não vou ganhar um gabinete com melhor vista para o Tejo. E tenho orgulho em que assim seja. Honra-me ter estado ao lado de gente que faz o que a sua consciência lhe dita, sem que isso envolva qualquer tipo de retribuição pessoal. Nesta campanha isso fez cócegas a muita gente: àquela gente que, vivendo avençada, só compreende quem vive avençado. Que não é o nosso caso.


Campanhas eleitorais nem são propriamente o meu prato preferido. Então, por que me meti nesta? Por achar que tinha a responsabilidade de dar o meu pequeno contributo. Contributo para quê? Para contrariar a tentativa mais sistemática que alguma vez vimos desde o 25 de Abril para destruir um líder político por meios desleais e desonestos. Que teve como alvo José Sócrates. Para denunciar a coligação negativa, entre a “direita” e a “esquerda”, que se montou neste país contra o PS. Com MFL a falar como o Major Tomé e com Louçã a falar como o pároco de Arronches, parecendo sempre à beira de dar a Sócrates uma penitência de três padre-nossos e cinco ave-marias por pecados que só o pregador conhecia. Para tentar ajudar à compreensão do que se fez nesta legislatura e do que é necessário fazer na próxima, já que acho simplesmente triste que um programa de governo tão vazio de ideias como o do PSD possa ter a oportunidade de se esconder atrás do biombo de campanhas ridículas como a da asfixia democrática. Acho que dei esse contributo: foi pequeno, mas foi o que estava ao meu alcance. A isso chamo cidadania.


Só falta mais uma coisa. Mas isso será no Domingo, no segredo da urna. Porque todos os votos são necessários.

tags:

pachecocarneiro a 25 de Setembro de 2009 às 10:43

SE TODOS NÓS FORMOS VOTAR COM CONSCIÊNCIA NO
DOMINGO,PODE SER QUE A PARTIR DAI POSSAMOS DORMIR MELHOR.

mario silva a 25 de Setembro de 2009 às 12:35
Sejamos intelectualmente honestos: a esquerda morreu há muito tempo assassinada pela globalização capitalista. Actualmente, em qualquer país do mundo (com algumas excepções) os partidos ideologicamente de esquerda que estão no Governo, governam segundo o modelo capitalista. Portanto, soa a alguma demagogia este toque a rebate de luta contra a direita, quando os governos do mundo usam os seus preceitos ideológicos para gerirem os respectivos países, mesmo que sejam de partidos ditos de esquerda (a China é um exemplo paradigmático).
O debate ideológico que se devia ter feito é se os tais preceitos ideológicos de direita são eficazes na implementação da igualdade social e de oportunidades, o que a julgar pelos resultados obtidos a nível mundial (incluindo Portugal) para milhões de seres humanos, a resposta adivinha-se lógica...


Porfírio Silva a 25 de Setembro de 2009 às 18:46
Era capaz de ser boa ideia voltarmos a pensar no significado dessa palavra "esquerda", não lhe parece?

aires bustorff a 25 de Setembro de 2009 às 12:51
Obrigado todos vcs...
segunda feira voltaremos ao resto das nossas vidas
com a consciencia de dever cumprido
abraço a todos

Odete Pinto a 25 de Setembro de 2009 às 13:51
L'important, c'est la ROSE, l'important!

a 25 de Setembro de 2009 às 13:56
A confirmarem-se estas sondagens, demonstra-se o quão curta é a memória dos eleitores...É de facto muito triste.
Tal como começa o seu post, eu não vou ganhar nada com este resultado, não vou melhorar a minha situação profissional, não vou subir nessa hierarquia.
Resta apenas saber se ainda irei perder mais alguma coisa, se ainda terei mais a perder? Julgo que sim! E é por isso que este Domingo e em plena consciência sei muito bem em quem não vou votar!

Porfírio Silva a 25 de Setembro de 2009 às 18:41
Tenho pena que lhe tenha escapado que o sentido do meu post é que participei neste apelo ao voto PS apenas a pensar no país e não nos meus interesses individuais. Apenas porque quero viver num país que valha a pena. Definitivamente, que haja pessoas que façam essa coisa simples de participar como cidadãos - é para muitos difícil de perceber. Ou de engolir?

Sapo Cocas a 25 de Setembro de 2009 às 16:12
A maioria absoluta já não a leva...!

Porfírio Silva a 25 de Setembro de 2009 às 18:47
O povo é que manda. Pode ser que o povo queira um governo refém de Cavaco, ou refém do BE. Mas também pode ser que o povo não queira um governo refém.

Francisco Cavaco a 25 de Setembro de 2009 às 16:42
Não vou mudar de trabalho, não vou ser promovido nem despromovido, não vou ganhar um gabinete com melhor vista para o Tejo. E tenho orgulho em que assim seja. Honra-me ter estado ao lado de gente que faz o que a sua consciência lhe dita, sem que isso envolva qualquer tipo de retribuição pessoal.

Acredito em ti se és o mesmo Porfírio Silva dos velhos tempos acredito sinceramente em ti quanto aos teus camaradas de blogue não sei uns irão sentar-se nas poltronas de S.Bento recebendo bem, trabalhando pouco etc etc para não ser desagradável.

Porfírio Silva a 25 de Setembro de 2009 às 18:48
Eu sou o mesmo de sempre, Francisco. Quanto ao resto, cada um fala por si. Mas, se eu não acreditasse que estou bem acompanhado, não estaria aqui. Um abraço.

Isaura a 25 de Setembro de 2009 às 21:48

Concordo com tudo o que escreveu e mesmo não o conhecendo sei que é sincero.
Comentei alguns post, fi-lo livremente e consciente da minha obrigação de cidadã.
Gostei da forma elevada como todos defenderam as suas ideias.
E volto a repetir: Socrates não foi perfeito mas nenhum outro candidato demonstrou competencia e determinação para tomar conta dos destinos de Portugal.Por isso voto PS

Porfírio Silva a 26 de Setembro de 2009 às 00:04
Obrigado por registar a convergência. Alguns já não se lembram, mas aqui há uns meses atrás era quase proibido ser apoiante do governo. E na blogosfera, então, nem se fala. Era a verdadeira asfixia democrática. Agora parece que isso já foi há tanto tempo...

Protocolos
comentários recentes
Ainda bem que procurei por ti na internet em geral...
A discussão sobre pagar a saúde de acordo com os r...
Espero que o José Sócrates faça um bom trabalho..
Boa tarde, gostava da vossa opinião.hoje dirigi-me...
EsclarecimentoA notícia é apenas sobre uma propost...
Venho por este meio relatar-vos uma situação que c...
Sou nova nestas andanças, da net (não em anos-57) ...
Obrigada pelos textos que nos deram a ler, a refle...
Estou de acordo com a ideia lançado por vocês impo...
Simplex , simplesmente. convido-os a visitarem o m...
já agora gostaria que observem uma iniciativa empr...
Estava a gostar deste blog...
Uma escrita muito pobre, na generalidade dos casos...
Estou numa dúvida: a oposição não foi eleita para ...
Posts mais comentados
88 comentários
50 comentários
44 comentários
43 comentários
38 comentários
36 comentários
27 comentários
25 comentários
arquivos
pesquisar neste blog
 

As imagens criadas pelo autor João Coisas apenas poderão ser utilizadas em blogues sem objectivo comercial, e desde que citada a respectiva origem.