Por Palmira F. Silva | Sexta-feira, 18 Setembro , 2009, 13:14

Segundo o anuário de 2009 do Eurostat, o gabinete de estatísticas da UE, a taxa de mortalidade infantil portuguesa estava em 1965 muito acima da média europeia - 64,9 para 28,6 -, mas, 40 anos depois, é mais baixa: 3,4 para 4,7. in Expresso


Carlos Dias Ferreira a 18 de Setembro de 2009 às 14:09
Cara Palmira:

E isso quer dizer que tal baixa também é obra do governo sócrates?
Realmemte só faltava mais esta mas vindo dos "iluminados" já espero tudo e 27 de Setembro que nunca mais chega para nos livrarmos de vocês.

Palmira F. Silva a 18 de Setembro de 2009 às 14:41
parece que não leu a notícia... que me limitei a reproduzir, by the way. é obra do SNS que o PSD pretende desmantelar.

Isaura a 18 de Setembro de 2009 às 14:49
Esta malta nem lê, só estão a criticar por criticar.
Perdoai-lhes que eles não sabem o que dizem e muito menos o que querem fazer com o SNS.
Vale a pena votar PS.

Zé dos Montes a 18 de Setembro de 2009 às 15:12
Achei que a Manuela Ferreira Leite tinha sido clara no debate com Sócrates, quando disse que não queria desmantelar o SNS. Não digam maldicências que o vosso chefe não quer disso na campanha.

Um exemplo de como o partido socialista está a destruir o SNS?

A recomendação definida pela Organização Mundial de Saúde, para garantir a segurança das grávidas, de as maternidades realizarem 1500 partos/ano, foi utilizado como justificação para o governo encerrar várias maternidades pelo país.
Em declarações à Lusa em 21.04.2009 (citado no http://diario.iol.pt/sociedade/saude-tvi24-estudo-nascimentos-maternidades/1058691-4071.html) Álvaro Almeida (presidente da Entidade Reguladora da Saúde), refere vários critérios para o funcionamento das maternidades privadas entre os quais “…a realização de partos com uma frequência mínima superior a três por semana…” (156 partos/ano). Ou seja em Évora onde foi encerrada a maternidade pública, com a transferência das grávidas para Espanha, é possível construir e colocar em funcionamento uma maternidade privada.
Vai continuar a favorecer as maternidades privadas relativamente às públicas?
Álvaro Almeida referiu ainda que as maternidades privadas apenas necessitam da “…existência de hospital de apoio perinatal a menos de 30 minutos…”. Ou seja, permite que essas maternidades privadas funcionem sem serviço de neonatologia (que tem custos elevados) desde que haja próximo um hospital público que o tenha.

Gostaria que comentassem em como atitudes como esta contribuem para fortalecer o SNS?

Nota – Esta foi uma das perguntas que enviei para o Fórum da TSF, onde hoje esteve o Sócrates (não sei se foi feita porque não tive possibilidade de o ouvir)

Isaura a 19 de Setembro de 2009 às 19:19
Muito bem. Se um privado quer investir, isso é problema deles. Eu quero é regras claras sobre o que pretendem os partidos com o sns, se só sns, parcerias com os privados e com entidades sociais.
Os partidos não são totalmentes claros quanto a estas materias, grave grave é um partido como o psd ,que se diz alternativa a Socrates omitir questões que são fundamentais para que possamos tomar decisões na hora de votar. E confesso que com muitos erros cometidos por este governo é o que apresenta maior clarificação sobre o sns. A minha orientação de voto é PS mais nada

Protocolos
comentários recentes
Ainda bem que procurei por ti na internet em geral...
A discussão sobre pagar a saúde de acordo com os r...
Espero que o José Sócrates faça um bom trabalho..
Boa tarde, gostava da vossa opinião.hoje dirigi-me...
EsclarecimentoA notícia é apenas sobre uma propost...
Venho por este meio relatar-vos uma situação que c...
Sou nova nestas andanças, da net (não em anos-57) ...
Obrigada pelos textos que nos deram a ler, a refle...
Estou de acordo com a ideia lançado por vocês impo...
Simplex , simplesmente. convido-os a visitarem o m...
já agora gostaria que observem uma iniciativa empr...
Estava a gostar deste blog...
Uma escrita muito pobre, na generalidade dos casos...
Estou numa dúvida: a oposição não foi eleita para ...
Posts mais comentados
88 comentários
50 comentários
44 comentários
43 comentários
38 comentários
36 comentários
27 comentários
25 comentários
arquivos
pesquisar neste blog
 

As imagens criadas pelo autor João Coisas apenas poderão ser utilizadas em blogues sem objectivo comercial, e desde que citada a respectiva origem.