Rui a 17 de Setembro de 2009 às 14:58
Cultura democrática ou caciquismo?
http://www.youtube.com/watch?v=BfoQfvSr9ow

tric a 17 de Setembro de 2009 às 15:52
mas você acha que os espanhois, Zapatero e Rajoy, defendem os interesses portugueses ? Endividar Portugal para nos ligarmos a Madrid!!?...

Paulo Ferreira a 17 de Setembro de 2009 às 16:12
Não, acho que AMBOS perceberam que o orgulhosamentes sós na peninsula nada trás de bom, que mal ou bem Espanha e Portugal estão umbilicalmente ligados, que Portugal tem em Espanha o maior parceiro comercial, que cada vez mais aumentam as trocas de bens, serviços e pessoas entre os dois paises e que é ridiculo pensar de outra forma....o complexo da bitola?
Napoleão já morreu....

Cumprimentos

horacio a 17 de Setembro de 2009 às 17:35
Quanto irá custar uma viagem Lisboa-Madrid TGV?
Quanto custa a mesma viagem por avião lowcost?
Estou a falar de custo real. Não de custo subsidiado pelo estado.

tric a 17 de Setembro de 2009 às 18:21
Napoleão ja morreu, mas o endividamento de portugal esta bem vivo...

Francisco Cavaco a 17 de Setembro de 2009 às 19:04
Os castelhanos são conhecidos por defenderem os seus interesses e mais nada,é natural que Rajoy faça essas afirmações pq o financiamento dessa linha deve estar indexada a construção do lado português.Eu não consigo assumir uma posição em relação ao TGV pq não tenho informação suficiente, perante posições muito antagónicas é difícil tomar uma decisão. Agora não vão ser as palavras de Rajoy que me vão convencer

Joaquim Amado Lopes a 17 de Setembro de 2009 às 23:39
Tenho lido que o TGV é essencial para ligar Portugal à Europa, que não construir o TGV é ficar de fora da rede europeia de alta velocidade, que toda a Europa tem TGV e mais não sei o quê.

Procurei o mapa da rede de TGV e fiquei surpreendido.
Afinal, a Europa que tem TGV é, afinal, relativamente pequena e não passa de uma pequena parte do conjunto de países a que normalmente se chama Europa.
Podem ver em http://www.trainweb.org/tgvpages/jpg/frdistancemap.jpg

Nuno Freitas a 18 de Setembro de 2009 às 09:18
Realmente, Espanha, Franca, Holanda, Bruxelas, Alemanha, Inglaterra, Italia, Suica, Luxemburgo, Austria, Republica Checa, Suecia, Finlandia, Eslovaquia, nao sao assim muitos paises. O melhor e' mesmo nao apanharmos este comboio e ficarmos para tras.

E' que comboios de alta velocidade, nao e' so' o TGV, sabe...

Vivo no estrangeiro e sabe quantos paises diferentes e' que visitei este ano de comboio? 5!

http://en.wikipedia.org/wiki/Train_categories_in_Europe#European_long-distance_trains.2Fhigh-speed_trains

PS: Perdao pela falta de acentos!

Joaquim Amado Lopes a 18 de Setembro de 2009 às 17:52
"E' que comboios de alta velocidade, nao e' so' o TGV, sabe..."
Pois não. O Alfa Pendular, p.e., também é alta velocidade. E era precisamente esse o meu ponto.
Há muita gente que diz que a Europa toda tem alta velocidade e que, portanto, também devemos ter, esquecendo-se de que já temos alta velocidade de Braga a Faro. A seguir falam apenas do TGV como se fosse sinónimos. E não são.

P.e., dos países que listou, só a Alemanha, Bélgica, Espanha, França, Itália, Luxemburgo e Suiça têem TGV (a propósito, Bruxelas não é um país).
A Eslovaquia, a Finlândia e a República Checa têem Alfa Pendular. O HST britânico é mais lento do que o Alfa Pendular e o Eurostar só vai até Londres. E a velocidade máxima permitida ao X2000 sueco é 204 km/h.

Obrigado por me ter dado razão.

Nuno Freitas a 18 de Setembro de 2009 às 21:58
Obviamente foi um lapso. Certamente percebeu que me referia à Bélgica.

Pelo menos já admitiu que afinal há mais países que têm comboios de alta velocidade, se bem que agora ache que apesar de o terem não são assim tão bons.

Mais daqui a uns anos, quando os restantes países tiverem fortificado ainda mais as suas redes ferroviárias, e se Portugal não seguir o mesmo caminho, se calhar até vai dizer que Portugal mais uma vez ficou para trás na UE e que os comboios até são muito úteis, mas o nosso país é que é um atraso.

Inglaterra também tem comboio de alta velocidade, "só" até Londres como referiu, mas esqueceu-se de por na lista de países, apesar de o reconhecer. Embora o Eurostar "só" vá até Londres, acredite que é bem útil, como se pode comprovar pelo número de pessoas que viajam neste.

Se quis dar o exemplo que os comboios são pouco utilizados na Europa ou não são úteis, então acho que escolheu um mau exemplo. A questão não é se são úteis, pois está mais que comprovado que são um óptimo meio de transporte para ligar países, mas sim se valem o investimento.

Joaquim Amado Lopes a 19 de Setembro de 2009 às 01:29
O Nuno lê os comentários a que responde? Parece que não.

Onde escrevo "a Europa que tem TGV é, afinal, relativamente pequena..." o Nuno lê "a Europa que tem alta velocidade é, afinal, relativamente pequena...".
São os defensores do TGV que (deliberadamente ou não) fazem essa confusão, não eu. Mais, era precisamente esse o ponto do meu comentário original, como entende qualquer pessoa que o leia.

A única forma de corrigir quem lê nas minhas palavras exactamente o oposto do que lá está escrito é pedir-lhe que as releia.

Protocolos
comentários recentes
Ainda bem que procurei por ti na internet em geral...
A discussão sobre pagar a saúde de acordo com os r...
Espero que o José Sócrates faça um bom trabalho..
Boa tarde, gostava da vossa opinião.hoje dirigi-me...
EsclarecimentoA notícia é apenas sobre uma propost...
Venho por este meio relatar-vos uma situação que c...
Sou nova nestas andanças, da net (não em anos-57) ...
Obrigada pelos textos que nos deram a ler, a refle...
Estou de acordo com a ideia lançado por vocês impo...
Simplex , simplesmente. convido-os a visitarem o m...
já agora gostaria que observem uma iniciativa empr...
Estava a gostar deste blog...
Uma escrita muito pobre, na generalidade dos casos...
Estou numa dúvida: a oposição não foi eleita para ...
Posts mais comentados
88 comentários
50 comentários
44 comentários
43 comentários
38 comentários
36 comentários
27 comentários
25 comentários
arquivos
pesquisar neste blog
 

As imagens criadas pelo autor João Coisas apenas poderão ser utilizadas em blogues sem objectivo comercial, e desde que citada a respectiva origem.