Por Tiago Julião Neves | Sexta-feira, 11 Setembro , 2009, 03:07

 

Este excelente post do Carlos Santos desmonta cabalmente a estratégia de suicídio económico que o PSD propõe para Portugal. A obsessão de MFL com o défice, com a aniquilação do Estado e com a castração do investimento público quando se regista uma brutal contracção da procura privada, equivale a insistir jogar roleta russa com o tambor cheio.

 

É simples, básico e elementar, mas MFL não sabe ou não quer saber. Deve ter uma intuição. A minha diz que alguém lhe devia oferecer uns fascículos de economia da Planeta Agostini. Enquanto os fascículos não chegam, o Paul Krugman deixou uma dica na sua coluna de opinião no New York Times. O artigo chama-se "Is Obama relying too much on tax cuts?" e foi certamente encomendado pelo Sócrates pois assenta que nem uma luva a MFL. Aqui fica um excerto:

 

"Let’s lay out the basics here. Other things equal, public investment is a much better way to provide economic stimulus than tax cuts, for two reasons. First, if the government spends money, that money is spent, helping support demand, whereas tax cuts may be largely saved. So public investment offers more bang for the buck. Second, public investment leaves something of value behind when the stimulus is over."

 

O Carlos conclui afirmando que o programa económico do PSD "pavimenta o caminho para um colapso social. E alimenta os votos do extremismo de esquerdas radicais que são sempre mais fortes quando o neoliberalismo toma o poder e rasga o tecido social". Dá que pensar não dá? Sobretudo porque é verdade. Quer castigar o PS? É fácil, vote na direita reaccionária e recebe de brinde a esquerda radical.


B52 a 18 de Setembro de 2009 às 09:29
Tiago,
é obvio que BOM investimento público estimula mais a economia vs "tax cuts".
O teu erro está em não reflectires criticamente na premissa BOM, especialmente no caso português.
É que o investimento público português pode não ser BOM, por exemplo ao gastar-se 100 em vez de 20 (as tão típicas derrapagens orçamentais)...
Abraço

Tiago Julião Neves a 19 de Setembro de 2009 às 03:56
Caro B52,
Até prova em contrário não há qualquer erro neste post e quando fala de supostas derrapagens que ainda não tiveram lugar... bem torna-se difícil argumentar. Desconfia que os portugueses não são capazes? É isso?

A estratégia económica do PS é para mim de longe a melhor dos vários partidos candidatos às eleições e até agora tem tido bons resultados. Mas quais são as opções de (grande) investimento que defende? Qual é a sua estratégia?
Ab

B52 a 23 de Setembro de 2009 às 10:04
Tiago,
o meu ponto é que se o modus operandis associado ao Investimento Público não mudar, seja com PS ou com PSD, vamos continuar a ter as tão típicas derrapagens o que naturalmente coloca em risco o BOM Investimento Público.
Há coisas simples que se podem fazer, como por exemplo, publicar os cadernos de encargos na net. Pode parecer trivial, mas assim é uma forma de "pressionar" a que as regras do concurso não sejam feitas à medida da empresa a, b ou c já com um vencedor antecipado mas com custos desnecessários para o orçamento de estado.
As adjudicações seriam numa lógica de "chave-na-mão" em que o risco de derrapagem (excepto quando provocada pelo "Estado") ficaria do lado de quem vencesse o concurso.
Não está em causa os portugueses não conseguirem. Tanto quanto sei, não temos um problema genético nesse plano. O que digo é que se não mudarem as regras de jogo, não conseguem nem os portugueses nem ou outros.
Quanto à minha estratégia, é simples e elementar: BOM Investimento Público e BOM Investimento Privado :-)
Abraço

Tiago Julião Neves a 23 de Setembro de 2009 às 13:40
Caro B52,

A publicação online de cadernos de encargos, sessões de negociação colectiva e medidas similares destinadas a aumentar a eficiência e a a transparência dos processos de contratação pública são fundamentais para promover a accountability da gestão pública.

No entanto, a adopção das melhores, práticas que subscrevo totalmente, não obviam o facto dos resultados dependerem sobretudo da competência das pessoas que lideram os processos. Precisamos de boas práticas mas sobretudo de gestores (públicos e privados) competentes que entre outras vantagens, já assimilaram as primeiras.

Não tenho nada contra o investimento privado, é fundamental e mobilizador do país, mas neste momento é essencial um forte investimento público que mobilize o investimento privado. Sem grandes projectos públicos num cenário de recessão mundial aguda, os privados simplesmente não investem à escala necessária. Esgrimir o crowding-out no actual contexto é uma falácia.

Apesar de discordar de investimentos pontuais, considero que o PS é único partido com uma política económica correcta e com uma estratégia integrada de investimento público dinamizador: energias renováveis, mobilidade eléctrica e o TGV são alguns projectos essenciais.

Ab

B52 a 23 de Setembro de 2009 às 13:53
Tiago,
estou totalmente de acordo. O meu objectivo era evidenciar alguns pontos que são fundamentais (necessários mas não suficientes) para termos o tal BOM Investimento Público.
As regras são apenas o ponto de partido. É naturalmente fundamental ter pessoas com competência para actuarem no âmbito dessas mesmas regras.
Quanto à tua última referência de que "o PS é único partido com uma política económica correcta e com uma estratégia integrada de investimento público dinamizador": não quero entrar nessa discussão mas mesmo assumindo que isso é verdade, ficam a faltar as tais pessoas com "competência" para executarem a referida politica e estratégia...
Abraço

Protocolos
comentários recentes
Ainda bem que procurei por ti na internet em geral...
A discussão sobre pagar a saúde de acordo com os r...
Espero que o José Sócrates faça um bom trabalho..
Boa tarde, gostava da vossa opinião.hoje dirigi-me...
EsclarecimentoA notícia é apenas sobre uma propost...
Venho por este meio relatar-vos uma situação que c...
Sou nova nestas andanças, da net (não em anos-57) ...
Obrigada pelos textos que nos deram a ler, a refle...
Estou de acordo com a ideia lançado por vocês impo...
Simplex , simplesmente. convido-os a visitarem o m...
já agora gostaria que observem uma iniciativa empr...
Estava a gostar deste blog...
Uma escrita muito pobre, na generalidade dos casos...
Estou numa dúvida: a oposição não foi eleita para ...
Posts mais comentados
88 comentários
50 comentários
44 comentários
43 comentários
38 comentários
36 comentários
27 comentários
25 comentários
arquivos
pesquisar neste blog
 

As imagens criadas pelo autor João Coisas apenas poderão ser utilizadas em blogues sem objectivo comercial, e desde que citada a respectiva origem.