Por João Galamba | Terça-feira, 08 Setembro , 2009, 14:35

Louçã, o líder partidário que aspira conquistar o poder e construir uma grande maioria de esquerda, diz que é anti-capitalista. É preciso deixar uma coisa bem clara: um anti-capitalista é necessariamente um revolucionário, pois um anti-capitalista não concebe a possibilidade de reformas ou de regulação — o capitalismo é irreformável e o "anti" não é mais do que o reconhecimento desse "facto".

 

Mas o anti-capitalista, hoje, tem um problema fundamental: não é capaz de reconhecer que o capitalismo já não é aquela coisa tenebrosa e desumana que Marx e Engels tão bem descreveram. Louçã, por "coerência" (leia-se: dogmatismo) prefere ignorar este facto e desvalorizar a pluralidade e a complexidade da realidade económica actual. O seu anti-capitalismo mostra que Louçã não pertence ao nosso tempo — ele vive no seu próprio tempo.. Ao contrário do que diz Louçã, o "capitalismo", hoje, não é uma totalidade monolítica e uniforme; e, por isso, o "capitalismo", que Louçã diz querer combater, só existe na sua revolucionária cabeça. Mas o anti-capitalismo de  Louçã é apenas um slogan para impressionar mentes impressionáveis. Como Louçã sabe que a revolução não é uma opção, o líder do BE (o partido da esquerda socialista) vê-se é obrigado a adaptar o seu discurso (sacrificando os seus "princípios", isto é, fazendo aquilo que o próprio Louça diz ser uma forma de "calculismo" e "negociata" política) e entrega-se de corpo e alma ao populismo de esquerda. Marx deve estar a dar voltas no túmulo.


Anónimo a 8 de Setembro de 2009 às 15:12
"Mas o anti-capitalista, hoje, tem um problema fundamental: não é capaz de reconhecer que o capitalismo já não é aquela coisa tenebrosa e desumana que Marx e Engels tão bem descreveram."

Tem razão: a luta dos trabalhadores serviu para melhorar substancialmente as condições de vida do cidadão médio. Isto é razão para não lutar por mais?

"Louçã, por "coerência" (leia-se: dogmatismo) prefere ignorar este facto e desvalorizar a pluralidade e a complexidade da realidade económica actual."

A IV Internacional (trotskista) sempre teve economistas (ex: Mandel) que foram actualizando as teorias económicas de Marx, que não conseguiu prever alguns factos que se vieram a concretizar. Ainda assim, o Capital não deixa de ser fenomenal.

Caro João Galamba, assuma que existem pontos de vista diferentes, em vez de querer mostrar de que lado está a Razão. Isso fica mal a um acérrimo do PS. Se existe superioridade da ideologia do PS ela virá ao de cima.

"É preciso deixar uma coisa bem clara: um anti-capitalista é necessariamente um revolucionário"

Na entrevista a que se refere Louçã afirma que ainda se sente revolucionário.

Se bem que ambos sabemos que o BE não é mais do que um partido reformista, que se está a apoderar do pensamento que tradicionalmente o PS ocupava.

Enfim, sempre dá para rir um pouco com os seus textos, parece um miúdo assustado. Noutros tempos - talvez aqueles em que diz que Louçã vive - estaria a dizer que os comunsitas comem criancinhas, não duvido.

portela menos 1 a 8 de Setembro de 2009 às 15:27
perguntava eu, num posts mais abaixo e sem comentários editados, por enquanto, se este frenesim do Simplex tem que ver com o vosso nervosismo sobre o debate de logo à noite?

ps: a única forma de Sócrates marcar alguns pontos é aparecer sem gravata!

Anónimo a 9 de Setembro de 2009 às 12:44
Sejamos rigorosos:

a) Capitalismo não deverá ter aspas ou então e para se ser coerente colocar em revolucionário
b) ainda bem que há opiniões diferentes, não existem verdades absolutas, isso sim é dogmatismo
c)Analisando o discurso, teme o q apelida de revolucionário. Assim:

1) o que é para si ser-se "revolucionário"?
2) O que é para si o "Capitalismo" do "seu tempo" contrapondo-o ao de outro tempo?


Obrigada,
J. (Independente)


Protocolos
comentários recentes
Ainda bem que procurei por ti na internet em geral...
A discussão sobre pagar a saúde de acordo com os r...
Espero que o José Sócrates faça um bom trabalho..
Boa tarde, gostava da vossa opinião.hoje dirigi-me...
EsclarecimentoA notícia é apenas sobre uma propost...
Venho por este meio relatar-vos uma situação que c...
Sou nova nestas andanças, da net (não em anos-57) ...
Obrigada pelos textos que nos deram a ler, a refle...
Estou de acordo com a ideia lançado por vocês impo...
Simplex , simplesmente. convido-os a visitarem o m...
já agora gostaria que observem uma iniciativa empr...
Estava a gostar deste blog...
Uma escrita muito pobre, na generalidade dos casos...
Estou numa dúvida: a oposição não foi eleita para ...
Posts mais comentados
88 comentários
50 comentários
44 comentários
43 comentários
38 comentários
36 comentários
27 comentários
25 comentários
arquivos
pesquisar neste blog
 

As imagens criadas pelo autor João Coisas apenas poderão ser utilizadas em blogues sem objectivo comercial, e desde que citada a respectiva origem.