Por Sofia Loureiro dos Santos | Quinta-feira, 03 Setembro , 2009, 21:38

 

Realmente hoje é um dia de que a democracia não se pode orgulhar. A total irresponsabilidade perigosa de José Aguiar Branco e de muitas outras personalidades ao acusar José Sócrates e o PS de terem forçado a demissão de Manuela Moura Guedes, é um desrespeito total pelas regras de um estado democrático.

 

É inaceitável que se levantem este tipo de suspeitas e calúnias gravíssimas sem que haja qualquer resquício de factos que comprovem as acusações.

 

A última pessoa a ganhar com esta demissão é, precisamente, José Sócrates. A decisão de demitir Manuela Moura Guedes, que conduzia um programa em que se praticava muita coisa, mas não jornalismo, muito menos jornalismo de investigação, é da competência da administração da empresa. Manuela Moura Guedes até já tinha afirmado que se a nova administração a demitisse era muito estúpida. Por coincidência Manuela Moura Guedes tinha uma reportagem fantástica sobre o caso Freeport.

 

Mas as coincidências não se ficam por aqui. É que hoje foram conhecidas as pressões exercidas pelo governo sobre Alexandre Relvas, chantageando-o a propósito dos negócios que tinha com o Estado. Também por coincidência, um dos pilares da estratégia eleitoral do PSD, iniciada há algum tempo por Pacheco Pereira, é o slogan da asfixia democrática e da falta de liberdade na sociedade portuguesa.


É estranho que, para toda a oposição, a única coincidência que existe em todo este processo é mesmo a pouca inteligência de José Sócrates.


Para mim, Manuela Moura Guedes é a negação do que deve ser uma jornalista. Sou totalmente contra qualquer condicionante da liberdade de expressão. A possibilidade de se praticarem pressões políticas conducentes a qualquer tipo de censura, velada ou explícita, deve ser imediatamente repudiada, accionando-se todos os instrumentos legais para punir quem o fizer.

 

Tanto a nova administração da TVI como quem acusa o governo, o PS e Sócrates de condicionarem a demissão seja de quem for, devem de imediato apresentar os factos em que se baseiam para o afirmar. Era muito importante que a TVI divulgasse a reportagem sobre o Freeport a que se refere Manuela Moura Guedes.

 

Senão a única conclusão a tirar é que, para que José Sócrates perca as eleições, todas as armas, mesmo as mais abjectas, são permitidas. Estamos num novo PREC, em que se acusava o PS e os próximos do PS de fascistas, reaccionários, antidemocráticos, controladores, pidescos, etc.

 

Espero as declarações do Presidente a propósito deste assunto. Ou será que este ambiente de suspeição e calúnias não o preocupa, tanto como os graves problemas do país, como o  desemprego e a recessão económica?

 

Nota: Também aqui.

 

 


Renato Seara a 3 de Setembro de 2009 às 22:32
Pior mesmo é que o senhor Aguiar Branco até fez parte de um Governo PSD que calou um dos seus mais destacados militantes por então criticar a liderança social democrata.

Joga-se sujo muito sujo nestas eleições.

Isaura a 3 de Setembro de 2009 às 22:35

Chama-se a isto a politica do vale tudo. Vejamos ao nivel que isto desceu. Os politicos ja estavam pela rua da amargura sem credibilidade perante os portuguses. Agora utilizarem este episodio da Sra Guedes para se porem em bicos de pés como o Aguiar Branco e o Portas com aquele ar de inocentes (diria mesmo de "virgens") como se nadam tivessem a ver com isto e pior acusando o PM e o PS de estarem envolvidos nesta baixaria é repugnante
Pessoalmente não me faz falta nenhuma tal jornal, alias só gostei no dia em que o Bastonário da Ordem dos advogados lá foi.

Anónimo a 3 de Setembro de 2009 às 22:45
Regozijar-me-ia se o sucedido acontecesse na Venezuela ou Cuba. A imprensa, no estrangeiro, apontaria claramente para silenciamento forçado pelo Governo.

E atenção que não estou a incriminar ninguém. Estou é plenamente convencido que desde o facto de termos o primeiro-ministro a fazer de conta que não sabia da compra da TVI a ouitras mentiras relacionadas com o caso, com o facto da tal peça que MMG queria apresentar sobre o Freeport, estão relacionadas com um SILENCIAMENTO. Ainda que muito democrático, constitucional. É SIMPLEX.


Rodrigo VM a 3 de Setembro de 2009 às 23:47
Não acredito que tenha havido qualquer ingerência ou pressão por parte do Governo neste caso.Do meu ponto de vista, é mais ou menos óbvio que este episódio se trata de mais um exemplo de temor reverencial das empresas face ao Estado, temor esse potenciado por várias declarações do PM em relação à "campanha de insulto pessoal" de que terá sido alvo por parte do Jornal Nacional das 6ºas feiras. Como poderia a PRISA manter um conteúdo deste tipo e um dia destes aspirar a obter uma qualquer licença/alvará do Estado num qualquer concurso público para atribuição de uma licença de rádio, TV etc. que viesse a ser lançado?
E foi também este tipo de temor reverencial que explica a saída do Prof. Marcelo da TVI em 2004 (recordem-se as declarações do Ministro Rui Gomes da Silva na altura).
A única diferença desse episódio para este é que, na altura, o Prof. Marcelo era uma espécie de Manuel Alegre que fazia comentário político semanal na TV. No caso de hoje, está em causa a equipa editorial de um telejornal cujo conteúdo deixava muito a desejar.

P.S. No meio destas lucubrações, já alguém pensou numa possível influência do bastonário Marinho Pinto? (lol)




Anónimo a 4 de Setembro de 2009 às 01:53
Nesse caso o Estado não deve ser tão influente que, em último caso, e como o comentador concorda, influencie indirectamente a opinião pública ao "obrigar" as empresas a agir de determinado modo.
Isto é, se preferir acreditar que o Governo nada tem a ver com isto.
É mais ou menos como ouvir o nosso muy nobre PM dizer que nada sabia da compra por parte da PT, o que veio a ser desmentido no dia a seguir.
Uma das muitas mentiras, que infelizmente, se aceitam por "dá cá aquela palha".

Protocolos
comentários recentes
Ainda bem que procurei por ti na internet em geral...
A discussão sobre pagar a saúde de acordo com os r...
Espero que o José Sócrates faça um bom trabalho..
Boa tarde, gostava da vossa opinião.hoje dirigi-me...
EsclarecimentoA notícia é apenas sobre uma propost...
Venho por este meio relatar-vos uma situação que c...
Sou nova nestas andanças, da net (não em anos-57) ...
Obrigada pelos textos que nos deram a ler, a refle...
Estou de acordo com a ideia lançado por vocês impo...
Simplex , simplesmente. convido-os a visitarem o m...
já agora gostaria que observem uma iniciativa empr...
Estava a gostar deste blog...
Uma escrita muito pobre, na generalidade dos casos...
Estou numa dúvida: a oposição não foi eleita para ...
Posts mais comentados
88 comentários
50 comentários
44 comentários
43 comentários
38 comentários
36 comentários
27 comentários
25 comentários
arquivos
pesquisar neste blog
 

As imagens criadas pelo autor João Coisas apenas poderão ser utilizadas em blogues sem objectivo comercial, e desde que citada a respectiva origem.