Por Carlos Manuel Castro | Quinta-feira, 03 Setembro , 2009, 16:19

O debate de hoje sujeita-se a ser o mais enfadonho de todos os debates. Nenhum dos participantes será Primeiro-Ministro nem quer ter pretensões de assumir responsabilidades no País. Como já fizeram questão de dizer em público.

 

Todavia, será interessante saber como consegue o PCP e o BE acabar com o desemprego sem sacrificar os portugueses. Pois como defendem, ainda que não o digam explicitamente, a sua solução seria, apenas, integrar as pessoas desempregadas nos quadros do Estado, com a irresponsabilidade que isso representaria para as contas públicas, para o dano da competitividade nacional e para a condenação ao insucesso das empresas.

 

PCP e BE continuam leais ao modelo soviético, ainda que uns digam que preferem Estaline e outros Trotsky.  Para o PCP e BE a riqueza é pecado e o mérito pessoal é uma questão de egoísmo.

 

Em suma, duas propostas da mesma face da moeda. Duas soluções para a banca rota. Assim é, e gosta de estar, a esquerda à esquerda democrática, que prefere acabar com os ricos, em vez de acabar com a pobreza.

tags: ,

Anónimo a 3 de Setembro de 2009 às 16:40
Estes comentários em nada reforçam a força da esquerda em Portugal.

Parece que o PS faz questão de formar governo com o PP ou com o PSD...

Luís Santos a 3 de Setembro de 2009 às 16:46
Ainda esta semana se celebrou a invasão da Polónia por Hitler. Era o Estaline que dizia que tudo o que não fosse o inspirado pela esquerda soviética deveria ser metido no mesmo saco. Por conta disso se fez o Pacto Germano-soviético, que deu protecção a Hitler que, em segurança, se afirmou na Alemanha e fez mergulhar a Europa na mais sangrente das guerras. Mas parece que esta gente não aprende com os erros.
Há boa maneira estalinista preferem entregar o país à direita...

Zé dos Montes a 3 de Setembro de 2009 às 17:58
Hitler já estava seguro no poder na Alemanha. Os países ocidentais não o travaram quando re-militarizou a renânia, ocupou os sudetas, anexou a Austria. O Pacto germano soviético permitiu o ataque à Polónia porque protegeu o flanco este (a alemanha não suportava uma guerra com duas frentes). O anexo secreto desse pacto estabelecia a partilha da Polónia entre a Alemanha e a USSR.Como nota, o alto-comando alemão estava contra este pacto por colocar os russos mais próximos das fronteiras alemãs.

portela menos 1 a 3 de Setembro de 2009 às 17:08
mais um post desesperado, para não lhe chamar idiota ... do ponto de vista do PS, claro.
sim, porque por cada post insultuoso - aos eleitores do PC e BE - quem perde é óbvio.

Protocolos
comentários recentes
Ainda bem que procurei por ti na internet em geral...
A discussão sobre pagar a saúde de acordo com os r...
Espero que o José Sócrates faça um bom trabalho..
Boa tarde, gostava da vossa opinião.hoje dirigi-me...
EsclarecimentoA notícia é apenas sobre uma propost...
Venho por este meio relatar-vos uma situação que c...
Sou nova nestas andanças, da net (não em anos-57) ...
Obrigada pelos textos que nos deram a ler, a refle...
Estou de acordo com a ideia lançado por vocês impo...
Simplex , simplesmente. convido-os a visitarem o m...
já agora gostaria que observem uma iniciativa empr...
Estava a gostar deste blog...
Uma escrita muito pobre, na generalidade dos casos...
Estou numa dúvida: a oposição não foi eleita para ...
Posts mais comentados
88 comentários
50 comentários
44 comentários
43 comentários
38 comentários
36 comentários
27 comentários
25 comentários
arquivos
pesquisar neste blog
 

As imagens criadas pelo autor João Coisas apenas poderão ser utilizadas em blogues sem objectivo comercial, e desde que citada a respectiva origem.