Por Leonel Moura | Quinta-feira, 27 Agosto , 2009, 08:30

Segundo Paulo Rangel, deputado europeu e destacado membro da direcção do PSD, não se deve confundir a política e a ética. Esta surpreendente afirmação, derivada do combate interno contra Marques Mendes, é reveladora do estado de degradação política e mental a que chegou o actual PSD.

Baseando-se em Maquiavel, esse eterno recurso do primarismo político, Rangel afirma que a política é autónoma da ética. Ou seja, a política teria uma lógica própria – a da conquista e manutenção do poder –, que levaria à prática de actos e tomadas de decisão independentemente dos aspectos éticos envolvidos. O que implicaria tanto a inclusão nas listas para deputados de acusados por crimes de corrupção, quanto, por exemplo, o recurso à tortura e ao assassínio, tal como aconteceu recentemente nos Estados Unidos sob a Presidência Bush. Uma vez que se separe a ética da política onde fica a fronteira entre o aceitável e o condenável?

Rangel parece não ter entendido que a democracia moderna se caracteriza precisamente por uma íntima relação entre política e ética. Sem ética a política não é democrática, transforma-se num permanente abuso de poder. Por isso a declaração é tão grave. Ela significa o elogio do vale tudo, a ausência de princípios na acção política, o mais absoluto discricionarismo.

Para mais Rangel não entendeu Maquiavel. Ficou-se pelo maquiavelismo, convenceu-se que fazer política é a arte de manipular e ludibriar. E esqueceu um pequeno detalhe: Maquiavel escreveu sobre a tirania, hoje vivemos em democracia.

Mas não há mal que não venha por bem. Estamos agora esclarecidos que não se deve esperar qualquer comportamento ético por parte dos eleitos nas listas do PSD.


jeronimo a 27 de Agosto de 2009 às 10:08
Nem mais.O contexto de Maquiavel é o da adulação a Cesare Borgia e dos méritos da sua liderança. Por isso ele tem que dar uma importância menor à questão ética, já que o visado, nesse aspecto, tinha algumas falhas ...

Mateus a 27 de Agosto de 2009 às 11:46
e ningúem pergunta a MFL (onde andam os jornalistas??) se acha que Marques Mendes fez bem ou fez mal em não ter convidado o Major e o Isaltino para as anteriores eleições autárquicas? Isso sim seria uma pergunta esclarecedora...

Filipe Guedes Ramos a 27 de Agosto de 2009 às 15:32
Com efeito, citar Maquiavel, constitui a chalaça do dia. Confundir ideias do século XVI, neste caso, torna-se completamente desadequado.

Pois bem, analisemos: não é contra os grandes “duques” da política que o PSD da verdade quer lutar? Contra a corrupção e todos os seus apêndices? Utilizar, portanto, uma citação em que a politica vem absolutamente dissociada da ética é errado – ou pelo menos – incongruente (ou será que não?).

O rol de citações não parou em Maquiavel; foi também a John Locke (mais não sei). Contudo, misturar tudo, sem continuidade e bom senso, só dá chatice. Matéria própria do asno.

Mas aqui o ponto é outro: a escolha das citações é própria do cacique que as profere; aliás, poderia ter ido buscar outras perfeitamente válidas, mas que nada achegam ao tema/causa.

E portanto, resumindo-se, a perfilhação de Maquiavel, Locke ou qualquer outro pensador torna-se obsoleta nestes casos; abreviar obras extensas e complexas – que creio não terem sido objecto de estudo para Rangel – é errado e principalmente falso, servindo somente aos interesses mais mesquinhos do partido, como a célebre escolha dos candidatos a deputados.

Mais não digo, sob pena de descaracterizar a situação.

Protocolos
comentários recentes
Ainda bem que procurei por ti na internet em geral...
A discussão sobre pagar a saúde de acordo com os r...
Espero que o José Sócrates faça um bom trabalho..
Boa tarde, gostava da vossa opinião.hoje dirigi-me...
EsclarecimentoA notícia é apenas sobre uma propost...
Venho por este meio relatar-vos uma situação que c...
Sou nova nestas andanças, da net (não em anos-57) ...
Obrigada pelos textos que nos deram a ler, a refle...
Estou de acordo com a ideia lançado por vocês impo...
Simplex , simplesmente. convido-os a visitarem o m...
já agora gostaria que observem uma iniciativa empr...
Estava a gostar deste blog...
Uma escrita muito pobre, na generalidade dos casos...
Estou numa dúvida: a oposição não foi eleita para ...
Posts mais comentados
88 comentários
50 comentários
44 comentários
43 comentários
38 comentários
36 comentários
27 comentários
25 comentários
arquivos
pesquisar neste blog
 

As imagens criadas pelo autor João Coisas apenas poderão ser utilizadas em blogues sem objectivo comercial, e desde que citada a respectiva origem.