Por José Reis Santos | Sábado, 22 Agosto , 2009, 01:06

Não tive a oportunidade de ver ontem a entrevista de Manuela Ferreira Leite na RTP1. Estava, na mesma altura, com mais 35.000 pessoas, numa acção de campanha; a assistir ao começo da campanha europeia do Sport Lisboa e Benfica, que não correu mal.

 

Parece, pelo que fui lendo, que nada de novo foi apresentado pela líder do PSD. Aparentemente todas as soluções mágicas virão no tal «Programa» (que já assume verdadeiros contornos sebastianicos). Mas (ainda) não é disso que vos queria falar. Queria saber que apreciação teceu a líder laranja sobre a construção das suas listas, afinal «a» questão mais intensamente debatida no verão laranjinha. É que, admito, tem-me feito alguma confusão a contradição entre o discurso e a prática do PSD. Primeiro prometem «Verdade» e rigor; depois recrutam para as suas listas pessoas com vários problemas (graves) com a justiça. Onde anda, então o critério?

 

Já tínhamos percebido que a escolha de António Preto e de Helena Lopes da Costa tinha sido por razões pessoais. Também já tínhamos chegado à conclusão de que estas escolhas não tinham sido nada pacíficas no mundo laranja, levantando mesmo muita polémica dentro do PSD (a diversos níveis). Aliás, a sensação que na altura tive – confirmada no afastamento primário dos «passos coelhistas» das listas – foi de que MFL tinha construído uma lista deputados com base nas suas relações pessoais, passando a ideia de que de tudo o que a rodeia assenta numa dinâmica personalista; pouco interessando a equipa ou o projecto para o país. Amiguismo e caciquismo à antiga, portanto.

É aliás, julgo, a razão que impediu que o Paulo Marcelo se tenha demitido da Comissão Política do PSD depois de escrever isto e isto. Como é que alguém com as suas responsabilidades, que demonstra publicamente a sua viva e total discordância com a condução do processo de feitura das listas de deputados, não leva até às últimas consequências a sua indignação? Não fazê-lo legitima a escolha que critica, naturalmente; e desrespeita no caminho o patamar de rigor e de qualidade que traçou. Se tivesse Princípios (assim mesmo com letra capitalizada) nos quais verdadeiramente acreditasse tinha batido com a porta. Não o fazendo, torna-se cúmplice e compincha. Outro.
Regressando à entrevista, parece que Manuela Ferreira Leite acha que as acções de António Preto são irrelevantes; e desvaloriza-as. Não devia. Não devia porque descredibiliza o estado da política portuguesa que, com todos os seus defeitos, ainda consegue produzir bons actores e protagonistas (e em todos os quadrantes políticos). Não devia porque em Portugal se tem assistido a uma renovação – ainda que lenta e gradual – da classe política portuguesa, que agora tem de atingir um maior nível de exigência. Não devia porque mostra-se refém do pior que a baixa política partidária tem para oferecer, numa adaptação gasta da pior política novecentista. Mas parece que é desta cepa que MFL quer vindimar. Resta-nos impedir, para o bem da vida democrática portuguesa, que este ensaiado enredo queirosiano seja posto em cena. Para o bem de todos.

João Paulo Pedrosa a 22 de Agosto de 2009 às 01:20
35 000? ia jurar que lá tinham estado comigo 6 milhões :)))

Rogério Costa Pereira a 22 de Agosto de 2009 às 01:44
aposto como nem sabem o nome do adversário. Falamos depois do Guimarães.

João Paulo Pedrosa a 22 de Agosto de 2009 às 02:06
comprei o cachecol do jogo, muito parecido com a lagartada, vou oferecer.to para agasalho

José Reis Santos a 22 de Agosto de 2009 às 02:09
devo admitir que é muito relaxante ver aqui comentários da bola. Guimaraes nao vai ser facil, admito. Mas com o estadio cheio de benfiquistas, se a gente engata... «ninguém nos para»...

João Paulo Pedrosa a 22 de Agosto de 2009 às 02:25
haja alguém que não leia só blogues, puro veneno ;)

Poltava a 22 de Agosto de 2009 às 04:58
"Não tive a oportunidade de ver ontem a entrevista de Manuela Ferreira Leite na RTP1."

Não seja por isso:
Está em diferido no site da RTP http://ww1.rtp.pt/multimedia/index.php?tvprog=1436&formato=flv

"Parece, pelo que fui lendo, que nada de novo foi apresentado pela líder do PSD."

Segundo o que se vai lendo parece que sim. Mas não acha melhor comentar uma entrevista depois de a ver?

"Aparentemente todas as soluções mágicas virão no tal «Programa» (que já assume verdadeiros contornos sebastianicos)."

Na entrevista é dito que o Programa de Governo não trará nenhuna novidade bombástica relativamente ao que já foi defendido no último ano.

" Primeiro prometem «Verdade» e rigor; depois recrutam para as suas listas pessoas com vários problemas (graves) com a justiça. Onde anda, então o critério?"

O critério é explicado na entrevista. Pode não concordar com ele; mas para isso teria de o conhecer. Como não viu a entrevista...

"Regressando à entrevista, parece que Manuela Ferreira Leite acha que as acções de António Preto são irrelevantes; e desvaloriza-as."

Se regressamos à entrevista que o senhor não viu; o que é que importa se lhe parece que Ferreira Leite acha isto ou aquilo, baseando-se num link do Jugular?

Não acha melhor ver mesmo a entrevista?

Espero ter sido o mais objectivo possível.

Gosto de debate político; e gosto ainda mais que se vejam as entrevistas e posições que se criticam, caso contrário, é um debate político fútil.

Cumprimentos.

Protocolos
comentários recentes
Ainda bem que procurei por ti na internet em geral...
A discussão sobre pagar a saúde de acordo com os r...
Espero que o José Sócrates faça um bom trabalho..
Boa tarde, gostava da vossa opinião.hoje dirigi-me...
EsclarecimentoA notícia é apenas sobre uma propost...
Venho por este meio relatar-vos uma situação que c...
Sou nova nestas andanças, da net (não em anos-57) ...
Obrigada pelos textos que nos deram a ler, a refle...
Estou de acordo com a ideia lançado por vocês impo...
Simplex , simplesmente. convido-os a visitarem o m...
já agora gostaria que observem uma iniciativa empr...
Estava a gostar deste blog...
Uma escrita muito pobre, na generalidade dos casos...
Estou numa dúvida: a oposição não foi eleita para ...
Posts mais comentados
88 comentários
50 comentários
44 comentários
43 comentários
38 comentários
36 comentários
27 comentários
25 comentários
arquivos
pesquisar neste blog
 

As imagens criadas pelo autor João Coisas apenas poderão ser utilizadas em blogues sem objectivo comercial, e desde que citada a respectiva origem.