Por Eduardo Pitta | Domingo, 09 Agosto , 2009, 13:06

Não li a Visão desta semana. Não tenho tempo para ler tudo. Mas li, tarde da noite, este post do Rogério da Costa Pereira. E se ele diz que Rui Tavares, em entrevista à referida revista, afirmou que, os blogues de apoio aos partidos, e passo a citar, «são escritos por pessoas interessadas nas suas carreiras políticas e destinam-se a ser lidos como "a voz do dono" transformando vozes próprias em deputados de terceira fila», não tenho dúvidas de que Rui Tavares fez mesmo essa afirmação leviana. Não me vou dar ao trabalho de ir conferir. Até pelas actuais responsabilidades, o Rui Tavares devia parar para pensar. É que nos blogues de apoio explícito aos partidos (três, que eu tenha dado por isso: o SIMplex, o Jamais e a Rua Direita), há gente completamente desinteressada de carreiras políticas, cujo currículo, que ele tem a obrigação de conhecer, lhe devia merecer alguma consideração. Simplesmente lamentával.

tags: ,

Protocolos
comentários recentes
Ainda bem que procurei por ti na internet em geral...
A discussão sobre pagar a saúde de acordo com os r...
Espero que o José Sócrates faça um bom trabalho..
Boa tarde, gostava da vossa opinião.hoje dirigi-me...
EsclarecimentoA notícia é apenas sobre uma propost...
Venho por este meio relatar-vos uma situação que c...
Sou nova nestas andanças, da net (não em anos-57) ...
Obrigada pelos textos que nos deram a ler, a refle...
Estou de acordo com a ideia lançado por vocês impo...
Simplex , simplesmente. convido-os a visitarem o m...
já agora gostaria que observem uma iniciativa empr...
Estava a gostar deste blog...
Uma escrita muito pobre, na generalidade dos casos...
Estou numa dúvida: a oposição não foi eleita para ...
Posts mais comentados
88 comentários
50 comentários
44 comentários
43 comentários
38 comentários
36 comentários
27 comentários
25 comentários
arquivos
pesquisar neste blog
 

As imagens criadas pelo autor João Coisas apenas poderão ser utilizadas em blogues sem objectivo comercial, e desde que citada a respectiva origem.